Gazeta Esportiva

Mesmo com vantagem, técnico do Paulistano alerta: "Uma armadilha"

São Paulo, SP

23/05/18 | 22:32

Gustavo De Conti não se deixa levar por vantagem inicial do Paulistano (Foto: Djalma Vassão/Gazeta Press)

Nada de conformismo. Depois de vencer o primeiro jogo da série melhor de cinco das finais do NBB, Novo Basquete Brasil, o Paulistano prega manter os pés no chão. E o discurso vem diretamente do comandante da equipe, Gustavo De Conti.

"Nós treinamos normalmente nesta semana, como se treina para uma decisão, forte, intenso, duro e focado. Uma coisa que nos está preocupando é o fato de termos vencido o Jogo 1, que é algo duro de você trabalhar psicologicamente", afirmou o treinador, citando ainda outras decisões para fundamentar seu argumento.

"Temos o exemplo da final do Campeonato Paulista de futebol, em que o Palmeiras ganhou o primeiro jogo, mas perdeu para o Corinthians, na NBA agora está acontecendo muito isso. É algo difícil, uma armadilha. O outro time vem mais forte após uma derrota. Eu venho falando bastante para os jogadores, quando eles cometem algum erro, para corrigirem agora, mas tentarem lembrar o tempo todo sobre o erro. A gente tem conversado sobre isso, precisamos estar fortes mentalmente, pois não pode haver acomodação", explicou.

Veja também:

Com Alex Garcia, finalistas do Troféu de Melhores Alas são divulgados

Elinho, Larry Taylor e Gegê são finalistas do prêmio de Melhor Armador

Com Varejão, NBB anuncia os finalistas do prêmio de Melhor Pivô

O capitão da equipe paulistana, Jhonathan, seguiu a mesma linha de seu treinador, ressaltando a necessidade do elenco manter o foco e a concentração.

"Precisamos nos manter focados. Em uma série que você precisa de três vitórias, o próximo jogo é sempre o mais importante. Então, vamos levar esta partida com mais importância até que o Jogo 1. Precisamos manter a concentração, sabemos que não ganhamos nada ainda. Temporada passada, a gente abriu 2 a 0 contra o Bauru. Eu penso muito nisso. Precisamos manter o foco para que não aconteça o que ocorreu ano passado", contou.

A próxima partida da grande final entre as duas equipes será já nesta quinta-feira, às 19h30 (horário de Brasília), no Ginásio Wlamir Marques, o famoso Parque São Jorge. O Paulistano executará seu mando no local devido ao regulamento do NBB, que prevê partidas de finais ocorrendo somente em ginásios com capacidade mínima para 4 mil pessoas.

 

Deixe seu comentário