Em jogo acirrado, Paulistano vence e retoma vantagem na série final do NBB

São Paulo, SP

26-05-2018 14:59:06

Os minutos finais da terceira partida entre Mogi das Cruzes/Helbor e Paulistano mostrou o quão acirrada está a disputa em busca do título inédito no NBB. Isso porque os donos da casa dominaram as três primeiras parciais, viram forte reação dos visitantes no quarto período mas, com bom desempenho da defesa, retomaram a liderança na série melhor de cinco com o placar em 88 a 84, na tarde deste sábado, no Ginásio Wlamir Marques, em São Paulo (SP).

As equipes já se preparam para o outro compromisso. O jogo quatro da final acontece na casa dos mogianos, no Hugo Ramos, no próximo sábado, às 14h. Se vencer, o Paulistano fatura o título inédito. Caso Yago e companhia sejam derrotados, o quinto jogo será forçado.

No primeiro embate da decisão, que teve o mesmo palco do próximo confronto, o Mogi foi derrotado em casa. Na etapa seguinte, o time do Interior conseguiu se recuperar para deixar tudo igual na série. Agora, o paulistano retomou a liderança no embate.

O jogo

Em grande fase, o ala/pivô do Mogi das Cruzes, Tyrone voltou a mostrar bom desempenho na casa rival. Ele foi dono de 20 pontos, sagrou-se cestinha da disputa e ainda contou com importantes 19 pontos do também norte-americano Shamell, seu colega de equipe.

Com mais de 3.700 pessoas nas arquibancadas, o Mogi foi superado nas três primeiras etapas. Terminando a primeira parcial com nove pontos a menos, os visitantes se reencontraram em quadra para segurar a diferença no período seguinte.

Em boas investidas, Hubner conseguiu criar perigo para a retaguarda rival e foi o maior pontuador do Paulistano, com 14 pontos. Diante de um bem montado e, por momentos, ousado Mogi, o atleta não escondeu boas jogadas e voltou a mostrar que tem muita importância na equipe.

No terceiro quarto, o Mogi dominou mais a quadra, fez boas defesas e se impôs, para mostrar bom basquete na etapa decisiva. A quatro segundos do fim do embate, o Mogi estava apenas dois pontos atrás do rival, mas não conseguiu virar, com as defesas trabalhando muito bem e cestas convertidas do outro lado da quadra.

Deixe seu comentário