Futebol Internacional/Campeonato Francês

Neymar é expulso, mas Cavani salva PSG com gol nos acréscimos

São Paulo , SP
22/10/2017 18:58:53 — 22/10/2017 23:37:01

Em: Futebol Francês, Futebol Internacional, Olympique de Marselha, Paris Saint Germain
Neymar foi expulso, mas Cavani salvou derrota no clássico (Foto: Boris Horvat/AFP)

O Paris Saint-Germain chegou muito perto de perder sua invencibilidade, mas conseguiu se manter sem derrotas no Campeonato Francês. Neste domingo, o PSG visitou o Olympique de Marselha, em clássico nacional realizado no Estádio Velódrome, e após expulsão de Neymar, conseguiu evitar a derrota com gol de Cavani nos acréscimos, com o jogo terminando empatado em 2 a 2.

Por ser um clássico de extrema rivalidade, o jogo teve torcida única do Marselha no Estádio Velódrome, o que aumentou o clima de caldeirão. Os mandantes abriram o placar em gol do brasileiro Luiz Gustavo, mas Neymar conseguiu deixar tudo igual ainda no primeiro tempo. Na segunda etapa, Thauvin deixou novamente o Olympique em vantagem. Logo na sequência, Neymar, que estava incomodado com a forte marcação adversária, ainda foi expulso após empurrão em Ocampos. Apesar de parecer tudo perdido, Cavani aproveitou uma das poucas oportunidades aos 48 e arrancou um heroico empate para o PSG.

Mais vídeos em videos.gazetaesportiva.com

Com o resultado, o Olympique de Marselha ficou nos 18 pontos e perdeu a chance de entrar na zona de classificação para a Liga dos Campeões, estacionando na quinta colocação. Já o PSG perdeu parte de sua vantagem na liderança, mas ainda tem quatro de frente para o Monaco, aparecendo na ponta com 26 pontos.

O Paris Saint Germain volta a atuar pelo Campeonato Francês na próxima sexta-feira, às 16h45(de Brasília), abrindo a 11º rodada do torneio diante do Nice, do atacante Mario Balotelli, no Parque dos Príncipes. Já o Olympique de Marselha atuará apenas no domingo, quando visita o Lille, às 18h(de Brasília), no Estádio Pierre-Mauroy.

LEIA MAIS: Alvo de objetos da torcida, Neymar reclama de árbitro após expulsão

O jogo – Apesar do clima de caldeirão criado pela torcida do Olympique de Marselha, foi o PSG quem começou melhor no jogo. Aos seis, Kurzawa finalizou por cima do gol. Já aos 13, foi a vez de Cavani arriscar para boa defesa do goleiro Mandanda.

No entanto, o Olympique de Marselha foi mais efetivo na chance que teve e abriu o placar em gol brasileiro. Aos 16 minutos, o volante Luiz Gustavo recebeu na intermediária, ajeitou a bola e soltou uma bomba com efeito. A bola fez curva e foi no cantinho do goleiro Aréola, entrando para um belo gol dos donos da casa.

O volante brasileiro Luiz Gustavo abriu o placar em chute de fora da área (Foto: Boris Horvat/AFP)

Apesar de sair atrás no placar, o Paris Saint-Germain não sentiu a parte emocional e quase empatou na sequência. Aos 17, Kurzawa cruzou em chute de primeira e, de frente para o gol, Cavani recebeu a bola mas se atrapalhou, mandando para fora em chance incrível desperdiçada.

Se não fez neste lance, o PSG não demorou para empatar, e conseguiu o gol justamente com sua principal estrela. Aos 33, Rabiot tocou na função de pivô para Neymar dentro da área. O camisa 10 chutou de perna esquerda, no cantinho, e balançou as redes para deixar tudo igual no Velódrome.

Nos minutos finais da primeira etapa, o jogo perdeu em intensidade e a partida foi para o intervalo empatada em 1 a 1.

A partida voltou para o segundo tempo extremamente truncada. A principal jogada veio aos nove minutos, em reclamação de pênalti para o PSG após Amavi colocar a mão na bola dentro da área. O juiz, porém, mandou o jogo seguir.

PSG deixou tudo igual em gol de Neymar (Foto: Anne-Christine Poujoulat/AFP)

Com o jogo totalmente imprevisível, os donos da casa conseguiram ser mais efetivos e conquistarem a vitória. Aos 33 minutos, N’Jie ganhou no pé de ferro contra Rabiot e cruzou para a área. Lá estava Thauvin, que apareceu no meio da defesa para marcar.

Após o gol, o Paris Saint-Germain não conseguiu se encontrar e ainda viu Neymar perder a cabeça. Após sofrer uma entrada por trás, o camisa 10, que já tinha cartão amarelo, deu um empurrão em Ocampos, que se meteu no meio da confusão após a falta. O árbitro amarelou os dois jogadores, porém, como o brasileiro já estava pendurado, ele foi expulso.

Apesar do clima de derrota, o PSG ainda conseguiu encontrar forças para empatar. Aos 48 do segundo tempo, Cavani aproveitou a última chance e mandou um forte chute no gol para empatar para os visitantes no sufoco e manter a invencibilidade no Campeonato Francês.