Sevilla monitora Nasri após agência de dopagem abrir investigação

São Paulo, SP

29-12-2016 10:14:58

O meia Samir Nasri, do Sevilla, está sendo investigado pela Agência Espanhola de Proteção à Saúde no Esporte (AEPSAD) por conta de um tratamento de infusões intravenosas feito nesta semana. O time espanhol diz desconhecer o procedimento médico e monitora a situação do jogador francês.

Nasri está emprestado do Manchester City e desembarcará na cidade de Sevilla, nesta quinta-feira, para se explicar aos investigadores. Há a suspeita de que as substâncias que o atleta injetou ultrapassam os limites permitidos pela legislação espanhola.

O caso foi revelado pelo jornal El País e teve início após uma postagem no Twitter. O perfil de um clínica chamada Drip Doctors postou uma foto com o jogador e disse ter proporcionado um tratamento para manter Nasri "hidratado e com o máximo de saúde para enfrentar sua intensa temporada com o Sevilla".

O procedimento visa fortalecer o sistema imunológico e impedir o organismo de contrair enfermidades. Segundo o Marca, o tratamento é feito com altas doses de vitaminas B e C, lisina e zinco, além de nutrientes desenvolvidos especialmente para combater superbactérias e vírus.

A agência investiga se as infusões respeitam a lei e não contêm substâncias proibidas para a prática esportiva profissional. "Verificaremos o que foi feito para saber onde estamos. Temos de ter cuidado com os rumores", afirmou Enrique Gómez Bastida, diretor da AEPSAD.

O meia Nasri não se manifestou publicamente sobre o caso. O Sevilla está na terceira colocação do Campeonato Espanhol, com 33 pontos, e voltará a disputar um jogo só no dia 7 de janeiro, contra o Real Sociedad, fora de casa.

Deixe seu comentário