LaLiga promove evento em São Paulo para discutir a indústria do futebol

São Paulo, SP

12-05-2022 11:57:13

A LaLiga promoveu um evento em São Paulo, na noite da última terça-feira, para discutir temas relevantes para a indústria do futebol e do entretenimento.

Dentre os assuntos que foram abordados estão: atualidade e futuro do patrocínio esportivo, novas formas de ativação de marcas, desafios de se manter presente e relevante em multiplataformas, novas tendências de transmissão esportiva, redes sociais no esporte e muito mais.

O primeiro painel da noite teve a participação de Fabio Kadow, diretor de marketing da Puma no Brasil, que comentou sobre as estratégias da marca.

“O mesmo consumidor que é apaixonado por futebol, também gosta de música, de sportwear. Quantas músicas vimos estourar por conta de dancinhas que um jogador fez para comemorar um gol? Quantos meninos já copiaram o penteado de um jogador? Não acredito que uma pessoa seja só uma coisa, o consumidor é múltiplo e precisamos entende-lo”, disse.

Fabio também trouxe reflexões sobre os hábitos de consumo atual. “Essa geração já consome diferente dos meus pais e de mim. Pra gente, a maneira de consumir futebol mudou. Hoje uma criança sabe qual é a chuteira que um jogador usa, através do videogame. O que extrapola no digital é essa constante conversa, evolução e troca com o público”.

O segundo painel contou com a participação de Victor Lombardi, especialista em parceria de conteúdo em esportes no TikTok, que comentou que a plataforma obteve resultados expressivos nas transmissões de jogos.

"Vale a pena começar a falar de esporte dentro de uma plataforma de entretenimento. Nós não nascemos no esporte, mas exploramos esse território através das parcerias. A gente teve resultados expressivos em transmissão de jogos. Sempre pensamos em formas de inovar o conteúdo. Não queremos tirar a transmissão da TV, nem de outra plataforma, mas sim incrementar a experiência. É uma forma de diversificar seu público, revitalizar sua torcida”, comentou.

Anadege Freitas, diretora de conteúdo e parcerias na Twitch, também comentou sobre como a plataforma apoia seus criadores: "Nossa estratégia é apoiar e engajar o que faz sentido para nossos parceiros. A Twitch deseja empoderar nossos criadores para que eles criem comunidades extremamente fortes. A torcida do futebol é uma grande comunidade e 39% dos nossos usuários não estão na mídia tradicional. Para essa nova audiência não basta apenas a transmissão dos jogos, eles querem interagir, se comunicar, fazer parte de uma comunidade, assistir os bastidores, entrevistas, documentários”.

Por fim, Bernardo Ramalho, sócio diretor da LiveMode, e Laura Reyna García, gerente de mídias sociais do Real Betis, comentaram um pouco mais sobre a importância e o impacto das redes.

“Qualquer liga precisa estar onde os fãs estão. Não só para crescimento da receita, mas para visibilidade. O espaço para inovação é muito maior nas novas plataformas. O que aconteceu no Paulistão, com a estratégia de multiplataforma, fez o faturamento e a visibilidade aumentar. A receita mais que dobrou”, comentou Bernardo.

“Para nós é uma prioridade absoluta estarmos presentes nas redes sociais e nos diferenciarmos dos demais. Mostrando o que acontece por trás das câmeras. Redes sociais são prioridade, é a forma de dar voz própria”, completou Laura.

Confira os 10 atletas mais bem pagos do mundo:


Deixe seu comentário