Futebol/Campeonato Inglês

Sem criatividade, United para em forte marcação e empata com Stoke

GazetaEsportiva.net - Stoke-on-Trent, - Inglaterra
01/01/2015 12:42:00

Em: Campeonatos, Futebol Inglês, Futebol Internacional

A provação pela qual passa o visitante em Stoke-on-trent impediu o Manchester United de aproximar-se da corrida pelo título inglês. Embaraçados tanto com o vento quanto com a marcação cerrada, os Reds não saíram do empate em 1 a 1 com o Stoke no Britannia Stadium e podem ver os rivais Chelsea e Manchester City escaparem ainda mais. Shawcross abriu o placar para o Stoke, enquanto Falcao García empatou ainda na primeira etapa.

O empate fora de casa faz o United acumular dez jogos sem perder na Premier League. Com 37 pontos, a equipe de Manchester mantém-se na terceira colocação, mas vários passos atrás da bipolar concorrência pelo título. O próximo compromisso é contra o Yeovil Town, no domingo, e vale pela terceira fase da Copa da Inglaterra.

Já o Stoke tem sua sequência de duas vitórias interrompida pelo tropeço em casa. Com 26 pontos a equipe figura no meio da classificação do Campeonato Inglês, confortavelmente longe da luta contra o rebaixamento. O calendário prevê volta do Stoke a campo no domingo, contra o Wrexham, também pela FA Cup.

O jogo – O Stoke precisou de apenas 106 segundos para anotar o primeiro gol do Campeonato Inglês em 2015. Em escanteio levantado na área, a defesa do United errou na marcação e o grandalhão Peter Crouch desviou para Shawcross chutar de primeira.

Daí em diante o time da casa fez valer sua tradicional postura defensiva no Britannia Stadium. Quando os Reds começavam a pressionar, o zagueiro Evans vacilou na frente de Diouf e o deixou de frente para De Gea, mas o senegalês isolou em vez de ampliar o placar. Em desvantagem e jogando contra o vento, o United só conseguia criar em bolas paradas.

Imobilizado pelo Stoke durante todo o duelo, Manchester United só conseguiu marcar em jogada de bola parada (foto: Oli Scarff)
Imobilizado pelo Stoke durante todo o duelo, Manchester United só conseguiu marcar em jogada de bola parada (foto: Oli Scarff) – Credito: AFP
E foi assim que Falcao García igualou o marcador aos 27, após escanteio desviado por Carrick. Apesar de dominar a posse de bola no primeiro tempo, os visitantes criaram pouco, chutando apenas duas vezes ao gol defendido por Begovic.

Após o intervalo o contexto continuou o mesmo: Stoke recolhido na defesa, enquanto o time de Manchester trocava passes sem levar grande perigo. Apostando nos contra-ataques, o Stoke por pouco não voltou à frente quando Evans cabeceou perigosamente contra o próprio gol. No lance seguinte, o ataque do time da casa reclamou demais com o árbitro Michael Oliver após a bola claramente bater no braço de Smalling.

A segunda metade da etapa final foi marcada pelo jogo franco. Januzaj, em chute cruzado, e Van Persie, de dentro da área, por pouco não construíram a virada vermelha. Do outro lado Crouch acertou a trave e Diouf errou o alvo por muito pouco aos 25. Mesmo agredindo-se mutuamente até os acréscimos, ambas as equipes desperdiçaram várias oportunidades e amargaram empate em 1 a 1.