Bola não entra, Chelsea empata com Everton e fica para trás no Inglês

São Paulo , SP
11/11/2018 14:13:35 — 11/11/2018 14:14:56

Em: Chelsea, Futebol, Futebol Inglês, Futebol Internacional

Neste domingo, o Chelsea recebeu o Everton em confronto azul pela 12ª rodada Campeonato Inglês. No Stanford Bridge, em Londres (ING), o confronto foi movimentado, sobretudo no segundo tempo, mas o zero persistiu no placar. Pior para os donos da casa, que ficaram para trás na corrida pela liderança da tabela.

O resultado faz com que os comandados de Maurizio Sarri fiquem na terceira colocação, com 28 pontos ganhos, dois a menos que o líder Liverpool e um a menos que o vice Manchester City, que ainda joga nesta rodada. Os visitantes, por outro lado, seguem na nona colocação, com 19 pontos ganhos, a quatro de distância do Arsenal, que abre a zona de classificação às competições europeias e também ainda joga.

Na próxima rodada, o time londrino terá mais um desafio complicado pela frente, já que visita o Tottenham, em Wembley. A equipe comandada por Marco Silva, por sua vez, encara o Cardiff, já de volta ao Goodison Park. Ambos os confrontos estão marcados para sábado, dia 24 de novembro, após a data Fifa.

O Chelsea, de Hazard, bem que tentou, mas não conseguiu tirar o zero do placar (Foto: Olly GREENWOOD/AFP)

 Muito combate, pouca criação

De maneira geral, o jogo foi bem equilibrado no primeiro tempo, mas deixou a desejar em termos de oportunidades claras de gol. Mesmo adotando uma postura mais defensiva, dando pouco espaço para o Chelsea jogar, foi o Everton quem chegou primeiro. Bernard teve a chance ao pegar um rebote de fora da área, mas acabou tirando demais e jogando à esquerda do gol.

Pelo lado do time da casa, quem mais chegou perto de abrir o placar, sem dúvidas, foi Marcos Alonso. Primeiro em cobrança de falta, em que o lateral pegou firme da intermediária e tirou tinta da trave esquerda. Depois, recebendo cruzamento dentro da área, dominando e batendo no ângulo direito. No entanto, Pickford estava ligado e conseguiu espalmar.

Chelsea domina, bola não entra

Na volta dos vestiários, a partida melhorou muito e as equipes passaram a buscar o resultado mais abertamente. Logo no primeiro minuto, Morata por pouco não inaugurou o marcador, completando cruzamento de Hazard e obrigando Pickford a cair para defender no canto esquerdo.

O Everton respondeu aos 10, com Sigurdsson arriscando de fora da área e assuatando Kepa, que espalmou no meio do gol.

O Chelsea que tomava a iniciativa do jogo. Aos 15 minutos, William desperdiçou a melhor chance do jogo, arrancando em velocidade pela direita e saindo cara a cara com Pickford. O brasileiro bateu rasteiro, cruzado, e viu a bola lamber o pé da trave esquerda.

Pouco depois, Hazard dominou pela esquerda, trouxe para o meio e, na entrada da área, bateu. A bola desviou no meio do caminho enganou Pickford, que tomou o gol por cobertura. Contudo, o goleiro se recuperou no lance e conseguiu mandar para escanteio.

Com 20 rodados, Marcos Alonso invadiu a área pela esquerda e bateu cruzado, vencendo Pickford, mas parando na trave direita. E foi no mesmo lado em que Hazard penetrou na área do Everton aos 28. O belga ganhou na velocidade de Keane e tocou na saída do goleiro, vendo mais uma bola passar raspando a trave adversária.

Nos minutos finais, o destaque ficou por conta de Richarlison, que deixou o gramado em função de uma lesão. O atacante, portanto, é motivo de preocupação para o técnico Tite, que o convocou para os dois próximos amistosos da Seleção Brasileira.

O Chelsea continuou na pressão, mas, perdendo o gás, não conseguiu fazer a rede balançar. Placar final: 0 a 0.