Futebol/Campeonato Espanhol

Ancelotti detona “individualismo” de CR7, Bale e Benzema

GazetaEsportiva.net - Bilbao , - Espanha
07/03/2015 19:09:00

Em: Campeonatos, Futebol, Futebol Espanhol, Futebol Internacional

É de conhecimento geral que o Real Madrid tem um dos melhores e mais caros ataques do planeta, com nomes como Cristiano Ronaldo, Benzema e Gareth Bale. Ainda assim, o técnico Carlo Ancelotti encontrou motivos para criticar o trio após a derrota por 1 a 0 sofrida diante do Athletic Bilbao, neste sábado – um dia após o aniversário de 113 anos do clube merengue.

“O nosso problema não está na defesa, está no ataque. Não encontramos soluções. Em dois jogos, marcamos um único gol, e foi de pênalti. Precisamos corrigir isso, falta eficiência. Nós jogamos muito individualmente, tentando resolver tudo sozinhos, quando na verdade nós deveríamos jogar com mais velocidade, com menos toques”, criticou o italiano, que continuou.

“Nós demos o jogo de presente para eles. No primeiro tempo eles fizeram o gol, e no segundo nós não conseguimos. Não é um problema de atitude, e sim do nosso ataque. O Athletic defendeu bem e foi compacto, então aproveitaram o único gol”, avaliou Ancelotti.

O único lance de verdadeiro perigo do Real foi um chute de muito longa distância de Bale, que viu o goleiro adversário adiantado e arriscou por cobertura, acertando o travessão.

“O BBC (Bale, Benzema e Cristiano, como é conhecido o trio) não jogou bem, mas não foi um erro só deles. Todos somos responsáveis pelo ataque do time, cada um tem que fazer a sua parte. Nós estamos jogando devagar demais e sem mover a bola, então os atacantes não tem espaços. É um problema entre o passe e a corrida”, comentou o técnico campeão do mundo com o clube em 2014.

Para piorar a situação, o Real Madrid pode perder a liderança do Campeonato Espanhol neste domingo após quatro meses, caso o segundo colocado e eterno rival Barcelona vença o Rayo Vallecano, também de Madri, no Camp Nou.

“A minha responsabilidade é grande. Esse é o meu time, apesar do que alguns podem dizer. O time está jogando mal, e o Campeonato ficou difícil, mas ainda não acabou. Vamos tentar consertar isso rapidamente”, garantiu o treinador.

Correndo risco de perder a liderança após quatro meses, Ancelotti também assumiu a responsabilidade pela má fase (Foto: AFP/Dani Pozo)
Correndo risco de perder a liderança após quatro meses, Ancelotti também assumiu a responsabilidade pela má fase (Foto: AFP/Dani Pozo) – Credito: AFP