Futebol/Copa São Paulo de Juniores

Timão supera atraso, ansiedade e vence o Guaicurus com dificuldades

GazetaEsportiva.net - Barueri, SP -
04/01/2015 23:35:00

Em: Campeonatos, Copa São Paulo de Juniores, Corinthians, Futebol, Região Sudeste

Na noite deste domingo, o Corinthians, campeão brasileiro sub-20 e também detentor do título estadual da categoria, estreou com vitória apertada na 46ª Copa São Paulo de Juniores. Atuando na Arena Barueri com atraso de 42 minutos, provocado pela falta imediata de ambulância para o jogo preliminar, o nervoso Timão triunfou sobre o Guaicurus-MS, pelo marcador de 3 a 1. Os gols alvinegros, em partida válida pelo Grupo W, foram anotados por Matheus Cassini, Marciel e Gabriel Vasconcelos. Lenon descontou para o time de Campo Grande.

Favoritos, os comandados de Osmar Loss, que deixaram a desejar, voltam a campo nesta quarta-feira, às 21h30 (de Brasília), para medirem forças com o Rio Branco-AC. O representante do Norte estreou com derrota para o clube da sede, o Grêmio Barueri, que aplicou o expressivo marcador de 4 a 1. O dono da casa será o adversário seguinte dos valentes sul-matogrossenses, no embate preliminar, às 19h30.

O jogo – Por causa da falta de ambulância para o primeiro compromisso do Grupo W, entre Grêmio Barueri e Rio Branco-AC, a partida entre Corinthians e Guaicurus começou com 42 minutos de atraso. Antes da bola rolar, o coordenador da base alvinegra, Marcelo Rospide, mostrou preocupação com o desgaste e o longo intervalo de alimentação passados pelos atletas. Porém, quando Salim Fende Chavez apitou o início de jogo, os motivos para o Timão se inquietar vestiam uniforme vermelho.

Camisa 9 e aposta do Timão, Gustavo Tocantins recebeu chances com Mano Menezes, mas passou em branco
Camisa 9 e aposta do Timão, Gustavo Tocantins recebeu chances com Mano Menezes, mas passou em branco – Credito: Fernando Dantas/Gazeta Press
A primeira chance do compromisso foi do destemido Guaicurus, logo no primeiro minuto: aproveitando falha do lateral-direito Léo Príncipe, Sapinho recuperou a bola na ponta esquerda, invadiu a área e finalizou firme, cruzado. Atento, o goleiro Caíque França espalmou. Com oito minutos, o time sul-mato-grossense voltou a pressionar. Em cruzamento do setor direito, Rodrigo Sam tentou cortar, mas quase surpreendeu o goleiro. Ligado, o camisa 1 corintiano fez a defesa.

Mesmo reconhecendo a ansiedade de seus comandados, o técnico Osmar Loss tratou de aplaudir as iniciativas alvinegras na Arena Barueri. Com muita dificuldade para controlar as ações, o Corinthians enxergou nos chutes à distância uma via para pressionar o adversário. Assim, aos 27 minutos, Marciel levou perigo à meta sul-mato-grossense. A finalização, porém, foi contida por Caio, em dois tempos.

Porém, quando o relógio apontou a marca dos 40, o Corinthians quebrou a ansiedade ao inaugurar o marcador. Após receber no setor direito, o centroavante Gustavo Tocantins deixou dois jogadores para trás e cruzou na medida para Matheus Cassini. Livre na área, o camisa 11 testou firme, pro chão, e venceu Caio. O goleiro do Guaicurus se esticou em seu canto esquerdo, mas não conseguiu espalmar.

Aproveitando cruzamento de Gustavo Tocantins, Matheus Cassini testou firme e marcou o primeiro do Timão
Aproveitando cruzamento de Gustavo Tocantins, Matheus Cassini testou firme e marcou o primeiro do Timão – Credito: Fernando Dantas/Gazeta Press
No segundo período, o Timão voltou a apresentar o nervosismo da primeira etapa e acabou sofrendo o empate, aos 25 minutos. Após falta em cima de Thiaguinho, o zagueiro Lenon se encarregou na cobrança e não desperdiçou: o defensor cobrou falta colocada e contou com o auxílio da barreira, que não pulou, para superar Caíque França. O goleiro corintiano se esticou no canto direito, porém, em vão.

Mesmo com o resultado inesperado, a torcida alvinegra não esboçou protestos e viu o time paulistano retomar a vantagem em lance individual, com 34 jogados. Acionado na intermediária, o volante Marciel escapou da marcação com um drible seco e finalizou com precisão, no canto direito de Caio. Três minutos mais tarde, Osmar Loss fechou a equipe, promovendo a entrada de Pedro Henrique na vaga do camisa 10 Matheus Vargas. Cauteloso, o Timão fechou a conta com Gabriel Fernando, aos 43 minutos, após jogada de fôlego efetuada por Guilherme Arana.

A ambulância demorou para aparecer na Arena Barueri e atrasou o duelo do Timão em 42 minutos
A ambulância demorou para aparecer na Arena Barueri e atrasou o duelo do Timão em 42 minutos – Credito: Fernando Dantas/Gazeta Press