Futebol/Copa São Paulo de Juniores

Goleiro improvisado rouba a cena, mas São Paulo triunfa e segue líder

GazetaEsportiva.net - São José dos Campos, SP -
06/01/2015 22:57:00

Em: Campeonatos, Copa São Paulo de Juniores, Futebol, Região Norte, Região Sudeste, São Paulo

Após estrear na 46ª Copa São Paulo de Juniores goleando o Serrano-PB, por 7 a 0, o São Paulo chegou com expectativas de construir um placar expressivo diante do São Raimundo-RR, que atuaria sem goleiro de ofício. Léo, meio-campo de origem, até praticou boas defesas e arrancou aplausos dos torcedores presentes no estádio Martins Pereira, em São José dos Campos. Porém, não conseguiu evitar o triunfo do favorito Tricolor, pelo placar de 4 a 1, em partida válida pela segunda rodada do Grupo V.

Na primeira etapa, Matheus Queiroz, aos 24 minutos, inaugurou o marcador para a formação do Morumbi. Porém, viu Gílson, com 12 jogados da segunda etapa, impor a improvável igualdade dos nortistas, que tiveram pouco tempo para comemorar. Minutos após o histórico tento, João Paulo marcou duas vezes e encaminhou os três pontos paulistanos, que foram encerrados com gol de Matheus Reis.

O derradeiro desafio são-paulino na fase grupal ocorre nesta sexta-feira, às 19 horas (de Brasília), contra o também invicto São José dos Campos FC, segundo colocado nos critérios de desempate, quando definirá seu destino. Em caso de empate, os comandados de Menta conquistam a classificação automática, na primeira colocação da chave. Já o eliminado time de Boa Vista-RR enfrenta a formação da Paraíba, que igualmente não possui mais chances de avançar, no duelo preliminar, às 17 horas.

O jogo – O duelo em São José dos Campos teve início tenso. Logo aos quatro minutos, o centroavante são-paulino João Paulo recebeu na área e acabou atingido com um pontapé no rosto, desferido pelo zagueiro Kelvym. O árbitro Philippe Lombard, entretanto, nada marcou. Pouco tempo depois, Matheus Reis escapou de Renan no setor esquerdo da lateral e levou uma forte entrada do dianteiro adversário. O juiz apenas marcou a falta e buscou conduzir o compromisso sem mostrar cartões.

O goleiro improvisado Léo praticou boas defesas e arrancou aplausos. Porém, não impediu a goleada tricolor
O goleiro improvisado Léo praticou boas defesas e arrancou aplausos. Porém, não impediu a goleada tricolor – Credito: Rubens Chiri/Site Oficial SPFC
Quando o relógio apontou a marca dos 12, o Tricolor resolveu testar o improvisado goleiro Léo. Após cruzamento de Inácio no setor esquerdo, João Paulo testou firme e viu o meio-campo de ofício se esticar em seu canto direito para espalmar. Com 15 jogados, o São Raimundo-RR, à vontade, chegou com perigo: Renan arriscou da intermediária e encobriu o travessão de Lucas Paes, contando com desvio do zagueiro Vítor Tormena.

Aos 20 minutos, Matheus Reis recebeu com liberdade no setor esquerdo e arriscou o chute da intermediária. Porém, o atento Léo se esticou para espalmar, levando os torcedores presentes no estádio Martins Pereira ao delírio. Porém, com 24 jogados, o atleta improvisado nada pôde fazer para evitar o primeiro tento. Em nova investida do lateral-esquerdo tricolor, João Paulo fez o trabalho de pivô e serviu Matheus Queiroz. Livre, o camisa 8 finalizou firme, de primeira, e mandou a bola no ângulo direito para inaugurar o marcador.

Na comemoração do tento anotado por Matheus Queiroz, os são-paulinos procuraram não perder a pose
Na comemoração do tento anotado por Matheus Queiroz, os são-paulinos procuraram não perder a pose – Credito: Rubens Chiri/Site Oficial SPFC
No início da segunda etapa, o São Paulo adotou postura cômoda e irritou o técnico Menta, que cobrava mais ofensividade por parte de seus comandados. Porém, sem ser atendido, o técnico viu o São Raimundo-RR conseguir o improvável empate, aos 12 minutos. Após boa jogada de Bacurau, Renan recebeu no setor direito, girou sobre a marcação e cruzou rasteiro. Livre de marcação, o camisa 9 Gílson desviou sutilmente e tirou Lucas Paes do lance.

Porém, enquanto os valentes nortistas ainda comemoravam o histórico tento, o Tricolor encontrou o segundo gol. Em cobrança de escanteio no setor direito, João Paulo se antecipou à marcação azul e desviou de cabeça. O camisa 9 voltou às redes aos 25 minutos, aproveitando a insistência de David Neres, para tirar do improvisado Léo e tranquilizar os torcedores.

Com o placar já definido, Matheus Reis transformou o triunfo em goleada, aos 35 minutos. O lateral-esquerdo, aproveitando boa jogada de Inácio, invadiu a área e, cara a cara com Léo, finalizou com calma e consciência, no canto direito do arqueiro.

O camisa 9 João Paulo, com dois gols anotados, foi o destaque do triunfo são-paulino sobre os roraimenses
O camisa 9 João Paulo, com dois gols anotados, foi o destaque do triunfo são-paulino sobre os roraimenses – Credito: Rubens Chiri/Site Oficial SPFC