COPA DO MUNDO 2018 RÚSSIA
Em entrevista, camisa 10 da argentina esclareceu questões de sua saúde (Eitan Abramovich/AFP)

Há alguns anos, era corriqueiro observar Lionel Messi vomitando antes ou durante algumas partidas. Algumas das vezes em que o craque argentino passou mal foram em 2011, em clássico contra o Real Madrid, em 2012, em confrontos diante de Sevilla, Athletic Bilbao, Levante e Bolívia, em 2013, durante amistoso contra a Eslovênia, e em 2014, na final da Copa do Mundo contra a Alemanha.

Em entrevista à América TV, o jogador explicou o motivo dos vômitos misteriosos, e afirmou que hoje em dia eles não ocorrem mais pois segue uma dieta balanceada.

“Comi mal durante muitos anos, já com 22, 23 anos. Eram chocolates, alfajores e refrigerante. Agora como bem. De vez em quando tomo um vinho, mas nada que me faça mal. Notei muita mudança com a questão dos vômitos. Falaram muitas coisas sobre as causas, mas no fim eu melhorei e eles não ocorrem mais”, comentou.

A melhora no quadro de Messi se deu após o camisa 10 ter procurado o nutricionista italiano Giuliano Poser. No início, Poser revelou que o tratamento consistia apenas na diminuição do consumo de pizzas e alimentos processados. Depois, em entrevista ao jornal italiano Gazzetta Dello Sport, o nutricionista afirmou que o trabalho também envolvia “terapias emocionais, com a ajuda de psicoterapeutas, e o uso de florais”.



Centroavante foi uma das novidades de Tite para os amistosos (Foto: Lucas Figueiredo/CBF)

O atacante Willian José chegou para o seu primeiro período com a Seleção Brasileira no domingo e fez questão de responder àqueles que criticaram a sua convocação pelo técnico Tite. Um dos principais nomes da Real Sociedad na temporada, o jogador exaltou seus números nos últimos jogos e disse que a maioria das pessoas ainda o julga por causa de suas passagens no Brasil.

“Fiquei surpreso por ser a última convocação antes da Copa, mas aconteceu comigo. Cada um fala o que quer, mas muitos não acompanham meus jogos. Em  31 jogos, tenho 18 gols na temporada, uma média muito boa para um centroavante que joga numa equipe média da Europa. As pessoas têm que acompanhar mais, ficam olhando só pelo que fiz ou não fiz há cinco anos”, disse o atleta, em conversa com canais de TV na chegada ao hotel da delegação.

Com passagens por Santos, São Paulo e Grêmio, Willian não teve grande destaque em nenhum dos gigantes brasileiros. Em três temporadas somadas, foram 24 gols marcados, com destaque para os 15 anotados em 2012, quando defendia o Tricolor Paulista.

Deixando o passado para trás, ele se juntou aos companheiros para o treino da manhã desta segunda-feira e fica como opção para Gabriel Jesus, titular, e Roberto Firmino, primeiro reserva no setor. As atividades também foram importantes para que os jogadores presentes conseguissem o primeiro contato brasileiros com a Telstar, a bola oficial da Copa do Mundo.

O treino desta segunda-feira teve 16 dos 25 atletas que Tite convocou para os dois amistosos. Além de não ter todos os jogadores convocados disponíveis, o técnico Tite teve que fazer um treino no campo com apenas nove atletas, já que alguns dos presentes ficaram na academia realizando um trabalho regenerativo. Com isso, o comandante teve que chamar garotos da base do Spartak Moscou para as atividades terem peças suficientes durante o treinamento.



Marcelo disse que não seria armador central, mas cogitou atuar pelas pontas (Foto: Lucas Figueiredo/CBF)

O lateral esquerdo Marcelo, titular do Real Madrid e provável dono da posição na Seleção Brasileira para a Copa do Mundo, já projeta uma mudança na sua carreira com o passar do tempo. Aos 29 anos, ele pensa em jogar na segunda linha do meio-campo, como um armador pelos lados, posição semelhante à exercida por nomes como Willian e Philippe Coutinho.

“De meia eu vou jogar. Se um time me quiser [quando for mais velho], vou jogar. Tenho esse pensamento”, comentou o jogador, em entrevista ao canal Desimpedidos. Visto como um atleta muito técnico para um defensor, Marcelo ainda explicou que já atuou mais à frente em algumas oportunidades, mas não se vê como um meia central, orquestrando a equipe, como Renato Augusto.

“Eu já joguei nessa função (de meia). Deu pouco certo, mas eu corri. Tinha a noção de lateral com meia, aí dá para fazer. Mas jogar de meia mesmo, de costas, acho que é impossível”, continuou o jogador, que disputará sua segunda Copa do Mundo pela Seleção e tentará apagar a imagem deixada após o 7 a 1 sofrido diante da Alemanha, em 2014.

Os germânicos, por sinal, são os rivais do dia 27 deste mês, no segundo amistoso preparatório dessa janela da Fifa. Pouco antes, na sexta-feira, dia 23, os brasileiros vão encarar a Rússia, no estádio Luzhniki, em Moscou. Além destes dois duelos, a Seleção vai encarar outros dois rivais já durante a preparação final para a Copa do Mundo.

O grupo comandado por Tite enfrentará Croácia e a Áustria, nos dias 03 e 10 de junho, respectivamente. Os jogos acontecerão em locais diferentes. o primeiro deles será na Inglaterra, sendo que a cidade ainda será definida, e o segundo em Viena.



Nesta segunda-feira, aconteceu o primeiro treino da Seleção Brasileira antes dos dois últimos amistosos antes da Copa do Mundo,  diante da Rússia e da Alemanha. As atividades também foram importantes para que os jogadores presentes conseguissem o primeiro contato brasileiros com a Telstar, a bola oficial da Copa do Mundo.

O treino desta segunda-feira teve 16 dos 25 atletas que Tite convocou para os dois amistosos. Entre eles, estavam: os goleiros Alisson (Roma), Neto (Valência)  e Ederson (Manchester City) , os zagueiros Miranda (Inter de Milão) e Rodrigo Caio (São Paulo) , o lateral-esquerdo Alex Sandro (Juventus), os volantes Fernandinho (Manchester City) e Fred (Shaktar Donetsk), os meias Renato Augusto (Beijin Guoan), Willian (Chelsea) e Talisca (Besiktas) e também os atacantes Douglas Costa (Juventus), Gabriel Jesus (Manchester City), Roberto Firmino (Liverpool), Willian José (Real Sociedad) e Taison (Shaktar Donetsk).

Além de não ter todos os jogadores convocados disponíveis, o técnico Tite teve que fazer um treino no campo com apenas nove atletas, já que alguns dos presentes ficaram na academia realizando um trabalho regenerativo. Com isso, o comandante teve que chamar garotos da base do Spartak Moscou para as atividades terem peças suficientes durante o treinamento.

O treino da Seleção Brasileira aconteceu ao lado do estádio do Spartak Moscou, onde a equipe jogará sua terceira e última partida da fase de grupos, diante da Sérvia. A estreia do Brasil na Copa do Mundo será no dia 17 de junho, às 15 horas, em Rostov, contra a Suíça.

A expectativa é de que o restante dos jogadores convocados cheguem até o fim do dia e com isso Tite possa realizar as atividades com o grupo completo, antes da partida desta sexta-feira, diante da Rússia.



Tite durante entrevista coletiva como técnico da Seleção Brasileira (Foto: Lucas Figueiredo/ CBF)

Nesta segunda-feira, a CBF confirmou mais dois amistosos da Seleção Brasileira antes da estreia do time na Copa do Mundo. O grupo comandado por Tite enfrentará Croácia e a Áustria, nos dias 03 e 10 de junho, respectivamente. Os jogos acontecerão em locais diferentes. o primeiro deles será na Inglaterra, sendo que a cidade ainda será definida, e o segundo em Viena.

Segundo a entidade que cuida do futebol brasileiro, a inclusão dos dois novos amistosos no calendário da Seleção serve para que a comissão técnica consiga estabelecer um padrão semanal de jogos da equipe, criando um ritmo de trabalho e de competitividade, e tendo como objetivo a estreia da Copa no dia 17 de junho, contra a Suíça, em Rostov.

“Dia 3 será nosso jogo contra a Croácia, na Inglaterra, e ficamos lá até dia 4. Digo Inglaterra, pois ainda não sabemos a cidade ao certo, talvez Liverpool. Viajamos para Viena dia 8 de junho, treinamos dia 9 e jogamos contra a Áustria dia 10, em mais um amistoso”, afirmou  Edu Gaspar, Coordenador Técnico da Seleção Brasileira.

Os dois adversários do Brasil vivem, atualmente, situações bastante diferentes no futebol. Enquanto que a Áustria não conseguiu se classificar para a Copa do Mundo e não tem tanta expressão nos últimos mundiais, a Croácia tem jogadores nas principais equipes do mundo, como Rakitic no Barcelona e Modric no Real Madrid, e está no Grupo D, com Argentina, Islândia e Nigéria.

Antes de enfrentar os croatas e os austríacos, a Seleção Brasileira jogará contra a Rússia, anfitriã do mundial e a Alemanha, primeiro jogo entre as duas equipes depois o fatídico jogo de semifinal em que os europeus venceram por 7 a 1.

Programação para a Copa do Mundo Rússia 2018

21/05 a 27/05 – Semana de exames e treinos da Granja Comary

28/05 a 02/06 – Semana de treinos em Londres

03/06 – Brasil x Croácia

04/06 a 08/06 – Semana de treinos em Londres

08/06 – Viagem a Viena (Áustria)

09/06 – Treino em Viena

10/06 – Áustria x Brasil

11/06 a 15/06 – Semana de treinos em Sochi

15/06 – Viagem a Rostov

16/06 – Treino em Rostov

17/06 – Brasil x Suíça




Os 26 convocados por Tite seguem se apresentando em Moscou, onde a Seleção Brasileira faz seu primeiro de dois amistosos, os últimos antes do anúncio da lista final antes da Copa do Mundo. Depois da apresentação de nove jogadores no domingo, foi a vez de mais sete atletas desembarcarem na capital russa para o primeiro treinamento, que acontece às 9h30 (de Brasília).

A dupla do Shakhtar Donetsk formada por Fred e Taison chegou na manhã desta segunda, depois de Anderson Talisca e Miranda, já na manhã desta segunda-feira. O goleiro Alisson, o meia Willian e o atacante Roberto Firmino chegaram na madrugada e se juntam ao trio do Manchester City formado por Ederson, Fernandinho e Gabriel Jesus. Os primeiros a chegar haviam sido Neto, Rodrigo Caio, Alex Sandro, Douglas Costa, Renato Augusto e Willian José, grande novidade da última convocação.

A expectativa é de que apenas esses atletas participem da primeira atividade, no Centro de Treinamento do Spartak Moscou. Na próxima sexta-feira, às 13h (de Brasília), a Seleção enfrenta a Rússia no Estádio Luzhniki, palco da final da Copa do Mundo.

Depois de enfrentar os anfitriões do Mundial, os comandados de Tite viajam para Berlim, onde enfrentam a a Seleção da Alemanha no próximo dia 27, no Estádio Olímpico, às 16h45 (de Brasília). O amistoso será o primeiro encontro entre as equipes desde o 7 a 1 na semifinal da Copa de 2014.



O lateral direito Fagner foi substituído logo depois que o Corinthians empatou o jogo contra o Bragantino, na tarde deste domingo, em alteração pouco comum do técnico Fábio Carille. A explicação do comandante após o revés por 3 a 2, porém, foi que o jogador sentiu dores no músculo posterior da coxa direita e, por isso, deu lugar a Mantuan, garoto driblado por Ítalo no segundo gol anotado pelo time do interior.

“Fagner colocou a mão na perna e se queixou de uma dor muscular”, comentou Carille, aparentemente irritado com o questionamento, pedindo ainda para que os jornalistas “prestassem mais atenção no jogo” antes de fazer perguntas daquele tipo. O jogador, no entanto, deixou o estádio do Pacaembu caminhando normalmente e tem apresentação marcada para esta segunda-feira em Moscou, na Rússia, onde está a Seleção Brasileira.

Desfalque já certo para o segundo jogo das quartas, na quinta-feira, em Itaquera, ele dará lugar justamente a Mantuan no embate. Caso o Timão avance, Fagner continuará fora das semifinais pois viaja com o Brasil para o embate frente a Alemanha, no dia 27, terça-feira, em Berlim.

Outro substituído, mas logo depois do intervalo, o atacante Clayson teve a alteração justificada por um mal-estar gástrico. Ele chegou a ser medicado na parada técnica realizada pela arbitragem no primeiro tempo, mas não conseguiu voltar a campo. Diretamente envolvido no primeiro gol, já que deu condição a Matheus Peixoto, ele explicou o motivo de estar em cima da linha de fundo.

“Eu acabei escorregando quando fui tentar cortar o cruzamento e não consegui sair a tempo. Cheguei até a pedir impedimento, mas, depois, vi que era eu mesmo dando condição”, contou o atleta, rapidamente abraçado pelos companheiros após o erro.



O técnico Tite já recebeu oito jogadores em Moscou, onde a Seleção Brasileira disputará amistoso contra os donos da casa, na próxima sexta-feira. Na tarde deste domingo, o trio do Manchester City, formado pelo goleiro Ederson, o volante Fernandinho e o atacante Gabriel Jesus, desembarcou na capital russa e se apresentou à comissão técnica no hotel onde ficarão hospedados.

Eles se juntaram ao grupo que havia chegado mais cedo, integrado por Neto, Alex Sandro e Douglas Costa, Renato Augusto e Willian José. O restante do plantel é esperado ao longo da segunda-feira. Os atletas chegarão em horários diferentes, variando entre manhã, tarde e noite.

Restam se apresentar a Tite, portanto, Alisson, Marcelo, Daniel Alves, Fagner, Marquinhos, Thiago Silva, Miranda, Pedro Geromel, Rodrigo Caio, Casemiro, Willian, Fred, Anderson Talisca, Paulinho, Philippe Coutinho, Roberto Firmino e Taison.

Tite comandará o primeiro treino preparatório para o confronto com os russos na tarde desta segunda-feira, às 15h30 no horário local (9h30 de Brasília), no CT do Spartak Moscou. A atividade será aberta para a imprensa.

Brasil e Rússia se enfrentam na sexta-feira, às 13 horas (de Brasília), no Estádio Luzhniki, palco que também receberá a final da Copa do Mundo.

Após enfrentar os anfitriões do Mundial, a Seleção irá encarar os alemães, seus algozes no 7 a 1 das semifinais da edição de 2014. O amistoso será disputado no dia 27, uma terça-feira, às 16h45 (de Brasília), no Estádio Olímpico de Berlim.



Neymar está se recuperando de cirurgia no quinto metatarso do pé direito, que ele fraturou na partida contra o Olympique de Marselha. Enquanto não pode voltar a fazer atividades físicas, o camisa 10 da Seleção Brasileira aproveitou para mudar o seu visual.

Agora o jogador do Paris Saint-Germain está utilizando um cabelo em que as laterais são raspadas e a parte superior tem tranças que são amarradas na parte de trás da cabeça.

✌🏽🤪

Uma publicação compartilhada por Nj 🇧🇷 👻 neymarjr (@neymarjr) em

Podendo ficar até três meses sem jogar, Neymar deverá retornar bem em cima da Copa do Mundo, o que poderia comprometer sua participação na fase de grupos do Mundial na Rússia, que começa a ser disputado dia 14 de junho.

Na atual temporada, o jogador de 26 anos, balançou as redes adversárias 29 vezes e de 19 assistências em 30 partidas. O PSG foi eliminado nas oitavas de final da Liga dos Campeões e está com o título do Campeonato Francês encaminhado.