Futebol Internacional/Liga dos Campeões

Tottenham vence City e sai na frente no duelo pela Liga dos Campeões

São Paulo , SP
09/04/2019 17:56:37 — 09/04/2019 18:07:46

Em: Futebol, Futebol Internacional, Liga dos Campeões, Manchester City, Tottenham

O Tottenham fez valer o fator casa no jogo de ida das quartas de final da Liga dos Campeões. No primeiro jogo internacional do novo Tottenham Stadium, o time de Londres recebeu o Manchester City, foi superior e saiu de campo com importante vitória por 1 a 0 graças ao sul-coreano Son, dono do único gol do jogo no segundo tempo.

Com a vitória no jogo de ida, o Tottenham vai ao Etihad Stadium em busca de um empate para chegar às semifinais. Enquanto isso, o Manchester City precisa vencer para evitar a eliminação. O duelo decisivo será na quarta-feira da próxima semana (17), às 16 horas (de Brasília).

Recuado, City contém o ataque do Tottenham e perde pênalti

Jogando em casa, o Tottenham começou atacando, mas foi o Manchester City que teve a primeira chance de ouro para abrir o placar. Aos dez minutos, com o auxílio do VAR, o árbitro marcou pênalti após toque de mão de Danny Rose. No entanto, Aguero bateu mal e Lloris defendeu o primeiro pênalti da história do Tottenham Stadium.

O susto fez bem ao time da casa, que começou a atacar com mais intensidade. O City, por outro lado, acabou acuado e adotou postura bastante defensiva depois do erro de Aguero, marcando com até seis jogadores dentro da área, algo incomum para a equipe de Guardiola

A estratégia recuada funcionou. O City conseguiu conter os avanços pelas pontas, principalmente com Dele Alli pela esquerda, e dificultar a vida de Harry Kane. O artilheiro inglês teve apenas uma grande chance de gol em finalização de dentro da área aos 23 minutos, mas a batida não saiu como planejado e Ederson fez defesa tranquila.

VEJA COMO FOI A PARTIDA EM TEMPO REAL

Tottenham perde Kane no início da etapa final

Para não sofrer como no primeiro tempo, o City voltou do intervalo com futebol mais vertical e criou boa chance no segundo minuto de jogo. Após ataque em velocidade iniciado por David Silva, Aguero cruzou para Sterling, que finalizou para boa defesa de Lloris em dois tempos.

O Tottenham não demorou para responder na mesma moeda. Aos quatro minutos, depois de levar perigo em chute de longe, Son recebeu na entrada da área e finalizou para defesa segura do goleiro Ederson. Pouco depois, o brasileiro assustou ao ficar no chão após choque na área. O goleiro reserva Muric chegou a aquecer, mas o camisa 31 continuou em campo.

Aos dez minutos da etapa final, o Tottenham perdeu seu principal jogador por lesão. O atacante Harry Kane sofreu entrada dura do lateral esquerdo Delph e deixou o campo mancando em direção ao vestiário, sem conseguir colocar o pé direito no chão, sendo substituído pelo brasileiro Lucas.

Son resolve na ausência de Kane

Se o Tottenham perdeu qualidade técnica com a saída de Kane, ganhou em velocidade com a entrada de Lucas, que formou ataque dinâmico ao lado de Son. Sofrendo pressão, Guardiola promoveu a primeira alteração no City aos 25 minutos, sacando Aguero, que não estava em sua melhor noite, e colocando Gabriel Jesus.

Depois de 33 minutos, o Tottenham contou com Son para abrir o placar. O sul-coreano recebeu lançamento longo, evitou a saída da bola pela linha de fundo, driblou Delph e finalizou, mas na direção de Ederson. O goleiro brasileiro, seguro durante todo o jogo até então, acabou sofrendo o gol em bola defensável.

Tentando evitar a derrota, Guardiola fez suas duas últimas substituições 43 minutos, colocando Sané e De Bruyne nos lugares de Mahrez e David Silva. No entanto, era tarde para tentar uma reação. Mesmo com seis minutos de acréscimos, o Tottenham saiu de campo com a vitória pelo placar mínimo.

FICHA TÉCNICA
TOTTENHAM-ING 1 x 0 MANCHESTER CITY-ING

Local: Tottenham Hotspur Stadium, em Londres (ING)
Data: 
9 de abril de 2018, terça-feira
Horário: 16 horas (de Brasília)
Árbitro: Björn Kuipers (HOL)
Assistentes: Sander van Roekel (HOL) e Erwin Zeinstra (HOL)
VAR: Pol van Boekel (HOL)
Cartões amarelos: Rose (Tottenham); Laporte e Mahrez (Manchester City)
Cartões vermelhos: 
GOLS:
TOTTENHAM: Son, aos 33 minutos do segundo tempo

TOTTENHAM: Lloris; Trippier, Alderweireld, Vertonghen e Rose; Sissoko, Winks (Wanyama), Eriksen, Dele Alli (Llorente) e Son; Kane (Lucas)
Técnico: Mauricio Pochettino

MANCHESTER CITY: Ederson; Walker, Otamendi, Laporte e Delph; Fernandinho, Gundogan e David Silva (De Bruyne); Mahrez (Sané), Sterling e Aguero (Gabriel Jesus)
Técnico: Josep Guardiola