Por fim de jejuns, Chapecoense e JEC decidem título na Arena Condá

São Paulo, SP

08-05-2016 10:21:13

Esta será a terceira final entre Chapecoense e Joinville no Estadual. Cada equipe conta com uma vitória (Foto: Chapecoense/Site)
Esta será a terceira final entre Chapecoense e Joinville no Estadual. Cada equipe conta com uma vitória (Foto: Chapecoense/Site)

A partir das 16 horas (de Brasília) deste domingo, Chapecoense e Joinville entram em campo para definir qual equipe será premiada com o troféu do Campeonato Catarinense 2016. O confronto acontecerá na Arena Condá, em Chapecó, porque a equipe da casa fez melhor campanha na primeira fase da competição. O destaque: a quebra de um jejum estará em jogo para ambas as representações.

Buscando pulverizar uma seca de títulos estaduais que já dura 15 anos, o JEC, doze vezes campeão do torneio, precisa repetir o feito obtido na penúltima rodada do returno, no dia 17 de abril, quando bateu a Chapecoense na Arena Condá por dois gols de diferença (3 a 1). Esta, inclusive, foi a única derrota do time do oeste catarinense em seus domínios na atual temporada.

“Sabemos que temos que vencer por dois gols, mas não podemos pensar no segundo gol antes de marcar o primeiro. Passo a passo, o professor já vai frisar isso, temos que ter inteligência, sabemos da qualidade da Chapecoense, os jogadores são muito fortes nas linhas da frente, temos que ter bastante concentração, é importante fazer, mas não tomar também. Time tem que estar cientes disso: passo a passo, fazer o primeiro, não sofrer e depois buscar o título”, argumentou o lateral direito do Joinville, Edson Ratinho.

Há quatro anos sem erguer a taça, o Verdão do Oeste, tetracampeão, por sua vez, encontra-se em um cenário mais favorável: pode perder o duelo final por até um gol de diferença para alcançar o quinto título estadual de sua história. Isso porque o time de Chapecó venceu o jogo de ida, por 1 a 0, fora de casa.

“A gente tem que pensar em fazer um outro grande jogo. Essas vantagens só começam a ser contadas quando estiver próximo de terminar o jogo. Aí você vai para a vantagem. Mas o pensamento nosso tem que ser de vitória. Com inteligência, em nenhum momento estar com ansiedade ou afobado, para controlar o jogo e sair no domingo com esse título”, ponderou o veterano Cléber Santana, que deu a receita para a Chape não decepcionar diante de seus torcedores.

“Temos que manter a alegria. Até mesmo dentro de campo, jogar com alegria, mas com responsabilidade. Pensar sempre na vitória”, apontou.

As desvantagens do JEC para a decisão não se limitam à questão do resultado. O técnico Hemerson Maria não poderá contar com o volante Anselmo, suspenso por ter tomado o terceiro cartão amarelo no primeiro jogo. O meio-campista Naldo, que deixou o confronto de ida no intervalo por causa de dores na panturrilha, e o atacante Murilo, com lesão na coxa, são dúvidas. Ambos não atuaram no meio de semana na vitória sobre o Comercial-MS, pela Copa do Brasil.

Por outro lado, o comandante da Chapecoense, Guto Ferreira, provavelmente terá força máxima para escalar os 11 ideais.

FICHA TÉCNICA
CHAPECOENSE X JOINVILLE
Local: Arena Condá, em Chapecó (SC)
Data: 08 de abril de 2016, domingo
Horário: 16 horas (de Brasília)
Árbitro: Sandro Meira Ricci (SC)
Assistentes: Nadine Schramm Câmara Bastos e Kleber Lúcio Gil (ambos de SC)
CHAPECOENSE: Danilo; Gimenez, Thiego, Rafael Lima e Dener Assunção; Josimar, Gil, Cléber Santana, Maranhão e Lucas Gomes; Kempes (Bruno Rangel)
Técnico: Guto Ferreira
JOINVILLE: Agenor; Edson Ratinho, Rafael Donato, Bruno Aguiar e Diego; Kadu, Naldo, Diones e Pereira; Felipe Alves e Juninho
Técnico: Hemerson Maria

Deixe seu comentário