Stuttgart não sai do zero com Union Berlin e cai para a segundona alemã

São Paulo, SP

27-05-2019 17:34:06

Pela primeira vez em sua história, o Union Berlin irá disputar a Bundesliga, divisão principal do Campeonato Alemão. Nesta segunda-feira, no playoff de rebaixamento da competição, a equipe da capital empatou por 0 a 0 com o Stuttgart e, devido ao critério do gol marcado fora de casa, levou a melhor na eliminatória. O confronto foi disputado no Estádio An der Alten Försterei.

No primeiro confronto entre as equipes, na casa do Stuttgart, o placar ficou em 2 a 2. Por isso, por conta dos critérios de desempate, o Union Berlin garantiu o acesso.

Por outro lado, o tradicional Stuttgart foi relegado à disputa da segunda divisão do futebol alemão na próxima temporada europeia.

Stuttgart pressiona, mas Union Berlin 'segura as pontas' e garante acesso

' href='https://www.gazetaesportiva.com/wp-content/uploads/imagem/2019/05/27/000_1GZ5SQ-1024x659.jpg' data-thumb='https://www.gazetaesportiva.com/wp-content/uploads/imagem/2019/05/27/000_1GZ5SQ-1024x659.jpg'>

O Stuttgart começou buscando o gol desde o apito inicial. Precisando do tento para permanecer vivo na primeira divisão, o clube obrigou Gikiewicz a fazer ótima defesa já no primeiro minuto de embate.

Pouco depois, antes da marca dos 10, os visitantes abriram o placar. Após falta muito perigosa, Aogo cobrou com categoria e balançou as redes, inaugurando o marcador. No entanto, o árbitro Christian Dingert invalidou o lance depois de consulta ao VAR, indicando uma posição irregular na jogada.

Após um primeiro tempo de muitas chances, mas sem bola na rede, o técnico Nico Willig colocou o Stuttgart para jogar ainda mais para frente. Ainda no intervalo, o comandante tirou o meia argentino González de campo para colocar o experiente centroavante Mario Goméz.

A alteração fez com que os visitantes pressionassem ainda mais, em busca do gol de salvação. No entanto, o Union Berlin passou a responder e aproveitar os espaços deixados no campo defensivo rival - camisa 20 do time da capital, Abdullahi, por exemplo, acertou a trave por duas vezes.

Com outras boas defesas de Gikiewicz, o Union Berlin segurou as pontas, impediu o tento dos adversários e, ao apito final de Dingert, garantiu sua vaga - pela primeira vez na história - para a Bundesliga.

Deixe seu comentário