Futebol/Série B

Em jogo de muitas chances, Guarani e Ponte Preta empatam em dérbi campineiro

São Paulo , SP
09/11/2019 18:29:02 — 09/11/2019 18:30:33

Em: Brasileiro Série B, Futebol, Guarani, Notícias, Ponte Preta

Na tarde deste sábado, o Guarani recebeu a Ponte Preta no Brinco de Ouro, pela 34ª rodada da Série B. Ambas as equipes tiveram boas oportunidades de vencer o dérbi campineiro, mas a falta de pontaria e a boa atuação dos goleiros sacramentou o empate em 0 a 0.

Com o resultado, o Bugre chegou aos 40 pontos e estacionou na 14ª colocação. A Macaca, por sua vez, conheceu seu sétimo jogo sem vencer e agora ocupa a 11ª posição, com 44 tentos somados.

Querendo se distanciar do Z4, o Guarani volta a campo nesta quarta-feira, às 19h15 (de Brasilia), contra o Vila Nova, no Serra Dourada. Do outro lado, a Ponte Preta conta com o apoio da sua torcida para o compromisso na terça-feira, contra o ameaçado Figueirense, às 20h30 (de Brasília).

Guarani e Ponte Preta empataram em 0 a 0 (Foto: Sergio Barzaghi/Gazeta Press)

Diante da rivalidade entre as duas equipes, era esperado um começo de jogo eletrizante. Logo no primeiro minuto, o Guarani saiu jogando errado e Camilo aproveitou para arriscar um chute de longe, que foi defendido por Jefferson. Momentos depois, Lucas Mineiro e Lenon se estranharam e armaram um princípio de confusão no gramado.

Com sete minutos no relógio, a Macaca avançou suas linhas de marcação e quase abriu o marcador com Cajá. Após um belo lançamento de Roger, o atacante finalizou, mas não assustou a meta adversária. A primeira chance dos donos da casa surgiram dos pés de Lucas Crispim. O meio-campista limpou dois defensores e obrigou Ivan fazer bela defesa.

Depois de 20 minutos intensos, os times passaram a valorizar mais a posse de bola e menos jogadas explosivas para o campo de ataque. Frente a isso, o jogo se tornou monótono até os 33 minutos, quando Michel Douglas explorou o cruzamento de Arthur e acertou o travessão dos visitantes. Antes do fim da primeira etapa, Rondinelly e Arthur voltaram o gol de Ivan, que foi brilhante nas defesas e manteve tudo igual.

Com a mesma disposição do início do duelo, as equipes voltaram do vestiário e, aos quatro, Roger perturbou o gol bugrino. Lucas Mineiro acionou o atacante na entrada da área e finalização tinha endereço, mas Jefferson Paulino foi buscar no cantinho. Apesar da maior posse de bola, os anfitriões aceleravam muito o jogo e não conseguiam armar jogadas ofensivas consistentes e a Ponte se postava cada vez mais no campo de ataque.

Carpini então promoveu uma mudança interessante. Com o intuito de melhorar a saída de bola, Ricardinho entrou no lugar do zagueiro Luiz Gustavo e o time da casa sofria menos com a pressão. No entanto, o Guarani não conseguia criar e o clássico terminou sem gols.

FICHA TÉCNICA 
GUARANI 0 X 0 PONTE PRETA

Local: Brinco de Ouro, em Campinas (SP)
Data: 9 de novembro de 2019, sábado
Horário: 16h30 (de Brasília)
Árbitro: Rafael Marques Ribeiro (MG)
Assistentes: Sidmar dos Santos Meurer e Frederico Soares Vilarinho (ambos de MG)
Cartões Amarelos: Luiz Gustavo (Guarani); Lucas Mineiro (Ponte Preta)
Cartão Vermelho: Luiz Gustavo (Guarani)

GUARANI: Jefferson Paulino; Lenon, Bruno Silva, Diego Giaretta e Thallyson; Luiz Gustavo (Ricardinho), Arthur, Rondinelly e Lucas Crispim (Renan); Davó e Michell Douglas (Diego Cardoso).
Técnico: Thiago Carpini

PONTE PRETA: Ivan; Edílson Júnior, Renan Fonseca, Airton (Henrique Trevisan), Guilherme Guedes; Washington, Lucas Mineiro (Araos), Camilo, Renato Cajá (Vico), Marquinhos; Roger.
Técnico: Gilson Kleina