Com confusão no fim, Vila Nova bate o CRB e dorme cinco pontos acima do Z4 na Série B

São Paulo, SP

22/09/22 | 23:29 - 22/09/22 | 23:36

Pela 31ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro, Vila Nova e CRB se enfrentaram na noite desta quinta-feira, no OBA, em Goiânia (GO). Com gol de pênalti de Neto Pessoa, a equipe mandante venceu por 1 a 0. No entanto, apesar da vitória, o técnico Allan Aal foi expulso por reclamação já após o apito final. Além disso, tentou dar um tapa na mão do árbitro Wagner Magalhães no momento em que recebia o cartão vermelho.

Assim, o Vila ganha mais um respiro na competição e garante mais uma rodada fora do Z4. Na 13ª colocação, o time goiano chega aos 37 pontos e abre cinco de vantagem para o CSA - primeiro clube dentro da zona do rebaixamento. Por outro lado, os alagoanos amargam o terceiro jogo sem vitória e permanecem no nono lugar, com 40 pontos ganhos. No entanto, podem perder até três posições ao final da rodada,

Pela próxima jornada, portanto, o Vila Nova visita o Operário em duelo direto contra o rebaixamento, às 19 horas (de Brasília) de sexta-feira, no Paraná. No dia seguinte, o CRB faz novo jogo fora de casa, contra o Ituano, a partir das 18h30, em Itu.

O duelo entre Vila Nova e CRB

Apesar de jogar longe dos seus domínios, o CRB não se intimidou e levou perigo ao gol do Vila Nova. Aos 28 minutos do primeiro tempo, Rafael Longuine bateu com categoria e Wellington Carvalho apareceu desviando de cabeça, de costas para o gol, mas errou o alvo, passando perto da trave do goleiro Tony.

Dez minutos depois, o time alagoano assustou novamente. Anselmo Ramon deixou Paulinho Moccelin na cara do gol, mas o atacante bateu fraco e facilitou a defesa de Tony, perdendo grande chance de abrir o marcador.

Antes de descer para o intervalo, o Vila Nova se mostrou vivo no jogo e também criou grande oportunidade para balançar as redes. Aos 41, Willian Formiga deixou Neto Pessoa na cara do gol e o atacante tirou do goleiro Diogo Silva. Entretanto, também errou o alvo e a bola passou raspando a trave do CRB.

Após a conversa no vestiário, não deu nem tempo dos times voltarem ao ritmo da partida e o Vila Nova teve um pênalti a favor. No primeiro ataque da equipe, Wagner foi derrubado por carrinho de Wellington Carvalho dentro da área. Após alguns minutos de checagem do VAR e confirmação da penalidade, Neto Pessoa foi para a cobrança e bateu com categoria, no ângulo, para abrir o placar.


O CRB respondeu com duas bolas perigosas aos 14 e 15 minutos, respectivamente. Primeiro, Anselmo Ramon recebeu cruzamento da esquerda, mas cabeceou fraco, em cima de Tony. Depois, Emerson Negueba bateu da entrada da área e carimbou a trave dos goianos.

Por fim, quando o Vila Nova parecia controlar a vantagem no placar, o meia Dentinho foi expulso. Aos 43 da etapa final, o camisa 10 deixou o braço no rosto do lateral Guilherme Romão, recebeu o segundo cartão amarelo e, consequentemente, o vermelho, deixando os donos da casa com dez em campo. No entanto, o Vila conseguiu segurar a pressão do CRB e saiu do jogo com importantes três pontos.

Deixe seu comentário