Botafogo goleia o Náutico em tarde inspirada de Sassá

Gazeta Press - São Lourenço da Mata , PE
24/10/2015 19:31:29 — 24/10/2015 21:25:05

Em: Botafogo, Brasileiro Série B, Futebol, Náutico

O Botafogo está cada vez mais perto de assegurar sua volta à primeira divisão. Em dia inspirado do atacante Sassá, autor de três gols, o time carioca goleou o Náutico por 4 a 1, neste sábado, na Arena Pernambucano. Diego Jardel completou para a equipe de General Severiano, enquanto Daniel Morais anotou para o time dos Aflitos.

O resultado fez o Alvinegro carioca aumentar a vantagem na liderança da Série B do Campeonato Brasileiro, com 62 pontos ganhos. O Náutico continua com 49 e caiu para a oitava posição.

O atacante Sassá foi o grande nome da partida. Ele defendeu o time pernambucano no ano passado e deixou um gosto amargo na boca da torcida pernambucana ao marcar três gols, mostrando muito oportunismo. O Náutico não conseguiu repetir a atuação do clássico diante do Santa Cruz e poderia ter amargado um resultado ainda mais decepcionante.

Na próxima rodada, o Botafogo receberá o Bahia no Nilton Santos. Já o Náutico terá o Vitória, pela frente, no Barradão.

Sassá foi o grande destaque do Botafogo na goleada sobre o Náutico (foto: Divulgação)
Sassá foi o grande destaque do Botafogo na goleada sobre o Náutico (foto: Vitor Silva/SSPress)

O jogo – Os dois times começaram a partida com certa cautela, trocando passes no meio-campo e quase não se arriscando em jogadas na área. Aos seis minutos, por exemplo, William Arão recebeu bom passe de Navarro e chutou cruzado, mas a bola saiu sem levar perigo.

Depois dos primeiros cinco minutos, o Botafogo se adiantou em campo e passou a empurrar o Náutico contra o seu próprio campo.

O time pernambucano encontrava muita dificuldade para organizar jogadas ofensivas. Aos 12 minutos, Hiltinho arriscou e Jefferson fez defesa tranquila. O Alvinegro carioca tentava ficar mais tempo com a bola nos pés, mas não conseguia acionar os atacantes Sassá e Navarro, que pouco participavam da partida. Depois dos 15 minutos, Willian Arão procurou se aproximar da área para melhorar a produção ofensiva do time de General Severiano.

Aos 21, Hiltinho fez boa jogada pela esquerda, entrou na área e bateu rasteiro para defesa segura de Jefferson. Logo depois, o mesmo Hiltinho deu uma caneta em Carleto e cruzou para Daniel Morais, mas Roger Carvalho evitou a conclusão.

O Náutico se animou e passou a pressionar em busca do primeiro gol. Aos 27 minutos, Jefferson teve que sair do gol para impedir que Daniel Morais recebesse livre na pequena área.

Aos 37 minutos, Navarro arriscou, de fora da área, e Júlio César fez boa defesa.

Um minuto depois, o Botafogo marcou o primeiro gol. Navarro chutou forte, Júlio César deu rebote e o atacante uruguaio tocou para Sassá, livre, colocar nas redes do Náutico.

Depois de sofrer o gol, o time pernambucano passou a procurar o ataque, mas a defesa alvinegra, bem posicionada, não permitiu qualquer chance de gol ao adversário.

O segundo tempo começou muito bem para o Botafogo. Logo no primeiro minuto, Luis Ricardo cruzou da direita e Sassá meteu a cabeça para ampliar o marcador.

O técnico Gilmar Dal Pozzo fez algumas mudanças na sua equipe, mas o time dos Aflitos seguiu encontrando dificuldades para criar jogadas que provocassem problemas na área carioca.

O Botafogo é que estava mais perto do terceiro gol. Daniel Carvalho fez ótimo lançamento para Sassá, que desperdiçou a chance de marcar seu terceiro gol na partida.

A melhor atuação da equipe carioca acabou premiada aos 24 minutos, quando o meia Diego Jardel fez boa jogada individual e bateu rasteiro para anotar o terceiro gol.

Inteiramente batido, o Náutico viu a sua torcida deixar o estádio, enquanto o Botafogo continuava tocando a bola no campo adversário.

E o Botafogo marcou o quarto gol aos 34 minutos, Novamente com Sassá, que se aproveitou de um cruzamento perfeito de Willian Arão no lado direito do ataque.

O Náutico acabou marcando seu gol aos 39 minutos, em conclusão de Daniel Morais após passe preciso de Dakson.

Depois desse lance, o Botafogo ainda teve outra chance para marcar, aos 45, em belo chute de Daniel Carvalho, que bateu na rede pelo lado de fora.

FICHA TÉCNICA:
NÁUTICO 1 X 4 BOTAFOGO

Local: Arena Pernambuco, em São Lourenço da Mata (PE)
Data: 24 de outubro de 2015, sábado
Horário: 17h30 (de Brasília)
Árbitro: Celio Amorim (SC)
Assistentes: Eder Alexandre (SC) e Thiaggo Americano Labes (SC)
Cartões amarelos: Gaston Filgueiras, Dakson, Filipe Souto (Náutico); Daniel Carvalho (Botafogo)
Gols: NÁUTICO: Daniel Morais, aos 39 minutos do segundo tempo; BOTAFOGO: Sassá, aos 38 minutos do primeiro tempo, a 1 e aos 34 minutos do segundo tempo; Diego Jardel, aos 24 minutos do segundo tempo

NÁUTICO: Júlio César, Rafael Pereira, Fabiano Eller, Ronaldo Alves e Gastón Filgueira; João Ananias, William Magrão (Douglas), Fillipe Soutto e Guilherme Biteco (Dakson); Hiltinho (Jefferson Nem) Daniel Morais
Técnico: Gilmar Dal Pozzo

BOTAFOGO: Jefferson, Luis Ricardo, Renan Fonseca, Roger Carvalho e Carleto (Diego Giaretta); Rodrigo Lindoso, Willian Arão, Camacho (Diego Jardel) e Daniel Carvalho; Sassá e Alvaro Navarro (Vinicius Tanque)
Técnico: Ricardo Gomes