Futebol

Vasco e Fluminense fazem confronto direto na parte debaixo da tabela

São Paulo , SP
20/07/2019 09:17:43

Em: Brasileiro Série A, Fluminense, Futebol, Notícias, Vasco
Nenê deve estrear no Fluminense – FOTO DE MAILSON SANTANA/FLUMINENSE FC

Um clássico carioca que já foi final de Campeonato Brasileiro será disputado neste sábado na condição de um confronto direto na luta para se afastar da zona de rebaixamento. Esta é a história do embate entre Vasco e Fluminense, que duelam a partir das 11h(de Brasília), em São Januário, no Rio de Janeiro (RJ), pela 11ª rodada da competição. Em 1984, na decisão, o Tricolor levou a melhor. Agora, ambos aparecem com nove pontos e estão fora da zona da degola, aberta pelo Cruzeiro, apenas por conta dos critérios de desempate. Muito pouco para tamanha tradição.

O fato de os dois times estarem fazendo campanhas semelhantes, faz com que os vascaínos, comandados pelo técnico Vanderlei Luxemburgo, esperem um choque muito equilibrado e decidido nos detalhes.

“Vai ser um jogo muito disputado e provavelmente definido nos detalhes, pois as duas equipes sabem o que pode representar para elas a conquista de uma vitória em um clássico como esse. São campanhas semelhantes e as torcidas querem muito a conquista de um triunfo. Ninguém vai querer cometer erros, portanto, as equipes vão se estudar ao longo de vários momentos e tentar buscar a vitória sem correr muitos riscos”, disse o lateral-direito Yago Pikachu.

Os tricolores, entendendo que o equilíbrio pode existir, querem impor o estilo e o ritmo da partida. “Não podemos mudar a nossa maneira de jogar, que é a de tentar nos impor e controlar o jogo. Mesmo sendo um clássico fora de casa, temos a nossa maneira de atuar. Temos que chegar em São Januário, fazer uma boa partida e buscar os três pontos”, disse o goleiro Agenor.

Os visitantes pretendem também melhorar o desempenho ofensivo para aproveitarem as poucas chances que surgem em jogos equilibrados. “Temos sim a necessidade de corrigirmos aquilo que mais nos estám incomodando que o fato de conseguirmos criar as jogadas e não transformarmos em gol. Isso está fazendo com que o Fluminense deixe alguns pontos importantes pelo caminho e contra o Vasco vamos precisar ser mais eficientes neste aspecto. É um clássico, a bola vai continuar sendo valorizada, mas teremos poucas chances de finalizar bem e precisamos aproveitá-las”, disse Fernando Diniz, treinador do Fluminense.

Se os tricolores apostam na melhora de alguns fundamentos, os vascaínos pretendem contar com o apoio dos torcedores. “Vamos muito concentrados para esse clássico em São Januário. Esperamos ver o estádio lotado, até porque iremos jogar num horário que a população gosta. Queremos ver nossa casa bonita. Que seja uma grande partida e jogo seja limpo, bem jogado. Que leve os três pontos aquele que for melhor. Espero que seja o time do Vasco”, disse o goleiro Fernando Miguel, um dos líderes do atual elenco.

Em termos de escalação, o Vasco apresenta mudanças em relação ao jogo contra o Grêmio. O zagueiro Leandro Castán, recuperado de lesão na coxa direita, reaparece e vai compor o setor com o colombiano Oswaldo Henríquez, que ganhou a disputa com Ricardo Graça. O atacante Rossi, suspenso por acúmulo de cartões amarelos, será substituído por Yan Sasse, compondo trio ofensivo com Valdivia e Marrony.

No Fluminense o jogo deve marcar a estreia do meia Nenê, contratado após se desligar do São Paulo e que assumiria a vaga deixada pelo suspenso Paulo Henrique Ganso, advertido com o terceiro cartão amarelo contra o Ceará. O volante Aírton, que volta de suspensão, assume o lugar de Yuri.

FICHA TÉCNICA
FLUMINENSE-RJ X VASCO-RJ

Local: São Januário, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 20 de julho de 2019 (Sábado)
Horário: 11h(de Brasília)
Árbitro: Bruno Arleu de Araujo (RJ)
Assistentes: Michael Correia (RJ) e Thiago Henrique Neto Correa Farinha (RJ)

FLUMINENSE: Agenor, Gilberto, Nino, Digão e Caio Henrique; Aírton, Daniel e Nenê; Yony González, Pedro e João Pedro
Técnico: Fernando Diniz

VASCO: Fernando Miguel, Yago Pikachu, Oswaldo Henriquez, Leandro Castan e Henrique; Richard, Raul e Marquinho; Yan Sasse, Valdivia e Marrony
Técnico: Vanderlei Luxemburgo