Pet anuncia Gallo como novo técnico do Vitória e revela recusas

São Paulo, SP

03-06-2017 22:28:45

O Vitória sofreu sua terceira derrota seguida no Campeonato Brasileiro nesse sábado, segue sem vencer na competição e figura dentro da zona de rebaixamento nesse momento com apenas um ponto ganho. Diante desse cenário, Petkovic anunciou seu afastamento do cargo de técnico para assumir a direção do departamento de futebol e aproveitou para anunciar Alexandre Gallo como seu sucessor na função de treinador. Tudo aconteceu na entrevista coletiva, após a derrota por 2 a 1 para o Fluminense, no Maracanã.
“Já tenho treinador definido. O nome está definido”, disse, pedindo para que o repórter lhe perguntasse o nome, o que obviamente aconteceu em seguida. “É Alexandre Gallo”, anunciou, em tom incomum e de certa forma descontraído.

Em seguida, Pet admitiu que Carlos Amadeus, atual técnico da Seleção Brasileira Sub-20, foi procurado mais uma vez pela direção do Rubro-Negro Baiano, e novamente declinou ao convite. Gallo sequer era o plano B.

"Para explicar isso vai demorar muito. Desde quarta-feira, quando começou a sair notícias extraoficiais, comecei a fazer meu trabalho. Sempre alguém vaza alguma coisa. Na quinta-feira vim com uma coisa preparada para pela diretoria. Colocamos todos os nomes na mesa que consegui buscar, mais de 30 (nomes). Fizemos um trabalho de duas horas e meia para uma peneira, filtragem, uma triagem para definir prioridades. Chegamos a alguns nomes", iniciou Petkovic.

"Baseado nisso, tivemos alguma coisa. Saiu a notícia do Carlos Amadeu. Foi verdade, ele foi procurado. Deu a mesma informação que deu um mês atrás, tem um projeto olímpico. Não foi liberado pelo Edu Gaspar e pelo Tite. O Vitória tentou mais uma vez, achamos que o Amadeu conhece o Vitória, é de casa, buscamos isso", continuou.

"Depois tivemos outro nome, a vontade era grande, mas não conseguimos chegar a um acordo. Fechamos com o Gallo, que é excelente profissional, foi meu técnico, eu o conheço, pessoa de bem, bom senso, experiência grande, preparado. Estava na CBF, foi para fora, voltou ano passado. Está em uma idade perfeita para nos ajudar na batalha desse ano. O currículo do Alexandre Gallo todos vocês conhecem. Nesse momento, acho que nossa escolha foi a certa e agradeço ao Alexandre pela disposição em nos ajudar", concluiu Pet.

Alexandre Gallo já comandou equipes como Santos, Internacional, Atlético-MG, Sport, Bahia e Náutico. De 2013 a 2015 ficou à frente das Seleções de base do Brasil e passou os últimos meses no exterior, estudando. Como jogador, Gallo chegou a defender o Vitória.

Deixe seu comentário