Futebol/Campeonato Brasileiro

Marcelo comemora bom retorno de Dátolo à equipe do Atlético

Do correspondente Marcellus Madureira - Belo Horizonte , MG
26/09/2016 13:03:27

Em: Atlético-MG, Brasileiro Série A, Futebol
BELO HORIZONTE / MINAS GERAIS / BRASIL  25.08.2016 Atlético x Internacional no Independência - Campeonato Brasileiro 2016  - foto: Bruno Cantini / Atlético
Dátolo deu mais uma assistência no jogo deste domingo (Foto: Bruno Cantini/Atlético)

 

Aos poucos o meia Dátolo vai retornando aos bons jogos com a camisa do Atlético. Nesse domingo, na vitória sobre o Internacional, por 3 a 1, no Independência, o jogador foi fundamental para tirar o Galo do sufoco e dar tranquilidade.

O atleta sofreu uma lesão muscular e precisou ficar afastado pouco mais de um mês dos jogos dos campos. Após se recuperar, o argentino passou por problemas particulares e não tinha condições de ser escalado pelo treinador atleticano.

Dátolo já tinha sido utilizado por Marcelo Oliveira na partida contra a Ponte Preta, na última quarta-feira, e foi dele o passe para o gol de Robinho, que deu o empate e a classificação às quartas de final da Copa do Brasil ao Galo.

Nesse domingo, o jogador voltou a entrar na etapa complementar. Quando o camisa 10 pisou no gramado, o Atlético sofria a pressão do Inter, que tinha mais posse de bola e tentava o empate a todo custo. O argentino conseguiu manter mais a redonda nos pés dos jogadores alvinegros e deu o passe para Lucas Pratto fazer o terceiro gol e dar tranquilidade.

“Era só se sentir seguro e preparado. Ele tem técnica e é bom jogador. Ele ainda não aguenta o tempo inteiro, a não ser se for um jogo de apelo maior, mas tem que ter cuidado com histórico recente. Hoje ele foi fundamental, deu cadência, ajudou no gol, entrou em momento que estávamos errando muitos passes e dando força ao adversário”, explicou o treinador.

Agora, o meia está liberado e a disposição de Marcelo Oliveira para o jogo contra o Juventude, nesta quarta-feira, no Mineirão, pelas quartas de final da Copa do Brasil. É provável que o atleta siga como opção no banco de reservas, já que o próprio treinador atleticano garantiu que o jogador ainda não reúne condições de fazer 90 minutos.