Futebol/Série A

Grêmio derrota o Fortaleza e deixa o Z-4

Do correspondente Cesar Esteves - Porto Alegre , RS
08/06/2019 21:08:56 — 08/06/2019 22:25:04

Em: Brasileiro Série A, Fortaleza, Futebol, Grêmio

O Grêmio venceu neste sábado o Fortaleza por 1 a 0 no Estádio Centenário pela 8ª rodada do Campeonato Brasileiro. Sem brilhantismo técnico, o Tricolor Gaúcho foi eficiente e conquistou importante triunfo que foi bastante suado. Pepê foi autor do único gol aos 44 minutos do segundo tempo.

Com o resultado, o Grêmio saltou para o 13º lugar com oito pontos. E o Fortaleza caiu para a 16º posição com sete pontos.

Na próxima quarta-feira o Grêmio visita o Botafogo, às 19h15, no Nilton Santos. No mesmo dia o Fortaleza recebe o Cruzeiro, às 21h, no Castelão.

Grêmio bateu o Fortaleza com um único gol de Pepê (Foto: Everton Pereira/Ofotografico/Gazeta Press)

O Jogo

Os mandantes encontraram dificuldades diante de um Fortaleza que não veio apenas para se defender. Bem fechado na defesa, o Tricolor Gaúcho não consegue penetrar na área do Leão.

Desfalcado, os comandados de Renato Portaluppi sentem a falta de entrosamento em campo. Aos 21, Juninho puxou o contra-ataque pela esquerda e chutou próximo da meta de Paulo Victor. Aos 23, o árbitro Savio Pereira Sampaio expulsou o auxiliar de Rogério Ceni, Charles Hembert. Aos 29, o zagueiro Roger Carvalho, lesionado, foi substituído por Nathan.

A primeira chegada gremista ocorreu, aos 33, Felipe Vizeu recebeu um bom passe de Maicon e girou batendo com perigo ao gol de Felipe Alves. Depois dos 30 minutos, os donos da casa cresceram na partida e arriscam chutes de longa distância. Aos 39, Thaciano vê espaço, arriscou de fora da área, a bola ainda desviou, e Felipe Alves espalmou.

Na etapa inicial o Grêmio não conseguiu se impor sobre o Fortaleza. As melhores incidências ofensivas do Tricolor Gaúcho foram em chutes de fora da área. Por sua vez, o Leão se mostrou insinuante no início do jogo, mas logo na sequência recuou as suas linhas para a defesa.

Segue parecido o cenário do confronto no começo desse segundo tempo com os nordestinos se defendendo bem. Já o Tricolor Gaúcho tem mais posse de bola, porém não tem profundidade e infiltração.

Para ganhar mais força ofensiva, aos 08, o atacante Pepê entrou no lugar do centroavante Felipe Vizeu que teve uma atuação apagada. O Leão tem tranquilidade de sair do sistema defensivo e tentou especular uma jogada de velocidade. Aos 15, após o cruzamento de Jean Pyerre, Tardelli não chegou a tempo para colocar por fundo da rede.

Sem velocidade na transição ofensiva, o Grêmio facilitou a marcação do Leão que controlou bem o ímpeto dos mandantes. Aos 21, na cobrança de escanteio, Geromel subiu e cabeceou certo, mas Felipe Alves operou um milagre. Aos 26, o árbitro consultou o VAR e expulsou o atacante Osvaldo.

Com a um mais em campo, o técnico Renato Portaluppi tirou o volante Thaciano e colocou o centroavante André. Aos 30, cobrança de falta, a bola desviou na zaga do Fortaleza, Rodrigues cabeceou para fora. Na base do abafa os gaúchos se soltam para o ataque. Aos 34, André recebeu na área, faz o cruzamento, mas Gabriel Dias afastou.

Mesmo insistindo o Grêmio não está sabendo superar o bloqueio defensivo do Fortaleza. Aos 41, Patrick arriscou de longe e Felipe Alves fez uma defesa sensacional. De tanto insistir, os gremistas finalmente chegaram ao gol. Aos 44, Pepê recebeu um passe açucarado de Jean Pyerre que tocou na saída de Felipe Alves. Assim a equipe gremista deixou a zona do rebaixamento.

Ficha Técnica

Grêmio 1 x 0 Fortaleza

Local: Estádio Centenário, em Caxias do Sul-RS

Data:  08 de junho (Sábado)

Horário: 19h (de Brasília)

Árbitro: Savio Pereira Sampaio (DF)

Assistentes: Bruno Boschilia (Fifa-PR) e José Reinaldo Nascimento Júnior (DF).

VAR: José Cláudio Rocha Filho (SP) auxiliado por Salim Fende Chavez (SP) e Herman Brumel Vani (SP).

Cartão amarelo:  Alisson (Grêmio), Felipe, Felipe Alves, Carlinhos (Fortaleza)

Cartão vermelho: Osvaldo (Fortaleza)

Gol: Pepê (Grêmio), aos 44 minutos do segundo tempo.

Grêmio: Paulo Victor, Léo Moura, Geromel, Rodrigues e Leonardo Gomes, Maicon, Thaciano (André), Alisson e Jean Pyerre, Diego Tardelli (Patrick) e Felipe Vizeu (Pepê). Técnico: Renato Portaluppi

Fortaleza: Felipe Alves, Tinga, Quintero, Roger Carvalho (Nathan) e Carlinhos,  Felipe, Juninho, Marlon (Gabriel Dias) e Romarinho, Osvaldo e Kieza (André Luís). Técnico: Rogério Ceni