Galo pressiona, mas perde em casa para o Fluminense

Marcellus Madureira - Belo Horizonte, MG
21/05/2017 18:07:15 — 21/05/2017 18:08:35

Em: Atlético-MG, Brasileiro Série A, Fluminense, Futebol
Richarlison foi o autor do segundo gol do Fluminense (Foto: NELSON PEREZ/FLUMINENSE F.C.)

O Fluminense foi um duro adversário para o Atlético, em confronto na tarde deste domingo, no Independência, em duelo válido pela 2ª rodada do Campeonato Brasileiro. A vitória por 2 a 1, em pleno Horto, foi conquistada com duas boas chegadas, ainda no primeiro tempo, e erros de Marcos Rocha.

A dupla Richarlison e Henrique Dourado infernizaram a vida da defesa alvinegra que falhou. No primeiro lance, Rocha foi pego desprevenido, nas suas costas, e tentou chegar no adversário, mas fez pênalti. Dois minutos depois, Henrique – que tinha feito o gol de pênalti – cruzou e o camisa 2 do Atlético sequer tentou pegar a bola, dando a Richarlison a facilidade da finalização.

O Galo ainda descontou com Gabriel, minutos após sofrer os dois tentos. E buscou em toda segunda etapa o empate e a virada, conseguindo criar chances, mas desperdiçando as chances.

O Atlético recebe a Ponte Preta, no próximo domingo, em Belo Horizonte, às 11h (de Brasília). O Fluminense terá o clássico contra o Vasco, em São Januário, no sábado, às 19h.

O jogo

O Galo aproveitou seu campo para iniciar bem o jogo. Até os 11 minutos, para se ter uma ideia, o domínio era absoluto da equipe alvinegra.

Cazares recebia atenção especial dos jogadores do Fluminense. O atleta cresceu de rendimento nas últimas partidas e isso preocupou o técnico Abel Braga que dedicou marcação para parar o técnico camisa 10.

No jogo era claro que o Fluminense chegou a Belo Horizonte para se defender e depois buscar o ataque. E funcionou. Aos 36, quando o Atlético era superior em campo, Richarlison recebeu na frente, e precisou ser alcançado por Marcos Rocha. O ala alvinegro, no entanto, fez falta dentro da área. Na cobrança de pênalti, Henrique Dourado fez o tento que lhe coloca na artilharia do Campeonato Brasileiro.

Henrique Dourado anotou o primeiro gol do Tricolor Carioca (Foto: NELSON PEREZ/FLUMINENSE F.C.)

Dois minutos depois, o Fluminense fez mais um. Dourado fez cruzamento pela direita e encontrou Richarlison. O atacante aproveitou o erro de Marcos Rocha para desviar de cabeça e colocar dentro das redes.

O Atlético, porém, correu atrás do resultado. Aos 40, Cazares fez a cobrança de escanteio e encontrou o zagueiro Gabriel dentro da área. De cabeça ele, sem sair do chão, sem marcação, colocou no fundo das redes.

No minuto seguinte, ainda sem comemorar ou sentir seu tento, o Atlético chegou mais uma vez. Cazares recebeu a bola no meio e soltou um forte chute. A bola ganhou altura, mas desceu e Cavalieri precisou se esticar todo para defender.

A primeiro tempo terminou com o Fluminense pedindo para o árbitro acabar. O Galo pressionava em busca do empate e isso assustava a equipe carioca.

Segundo tempo

O Atlético voltou bastante superior no segundo tempo. O Galo tomava a atitude principal da partida e o Fluminense ficava esperando os donos da casa e continuavam saindo somente com o contra-ataque.

O Atlético abusou de perder gols nos primeiros minutos. Primeiro com Fred. O atacante recebeu na área, sozinho, chutou, mas a bola passou por cima. Depois com Maicosuel. O meia também ganhou na área e já estava quase na pequena área quando finalizou, mas a bola passou por cima.

Nos últimos minutos, Elias ainda perdeu uma chance na cara do gol, só com Cavalieri na sua frente. A decepção ficou clara em cada olhar alvinegro, por causa dos grandes erros que causaram a derrota.

FICHA TÉCNICA
ATLÉTICO-MG 0 X 1 FLUMINENSE

Local: Estádio Independência, em Belo Horizonte (MG)
Data: 21 de maio de 2017, domingo
Hora: 16h (de Brasília)
Árbitro: Jean Pierre Gonçalves Lima (RS)
Assistentes: Lucio Flor (RS) e Leirson Peng Martins (RS)

Gols: Henrique Dourado, aos 36 minutos, Richarlison, aos 38 minutos, ambos no primeiro tempo (Fluminense); Gabriel, aos 41 minutos do primeiro tempo.
Cartões: Nogueira, Sornoza, Richarlison, Marcos Júnior (Fluminense)

ATLÉTICO-MG: Victor, Marcos Rocha, Felipe Santana, Gabriel e Fábio Santos; Adilson, Rafael Carioca (Maicosuel), Elias e Cazares; Otero (Rafael Moura) e Fred
Técnico: Roger Machado

FLUMINENSE: Diego Cavalieri, Lucas (Renato), Henrique, Nogueira e Léo; Orejuela, Wendel e Sornoza; Scarpa (Douglas), Henrique Dourado e Richarlison (Marcos Júnior).
Técnico: Abel Braga