Futebol/Campeonato Brasileiro

Dorival Jr admite preocupação com rebaixamento: “Tem que abrir o olho”

São Paulo, SP
16/07/2017 18:51:42

Em: Brasileiro Série A, São Paulo

Dorival Jr segue sem vencer à frente do São Paulo. Em sua primeira partida fora do Morumbi, o novo treinador tricolor não conseguiu reverter a atual situação da equipe e viu seus comandados sofrerem mais uma derrota no Campeonato Brasileiro, desta vez para a Chapecoense, por 2 a 0. Restando apenas cinco rodadas para o fim do primeiro turno da competição, o técnico admitiu que o rebaixamento preocupa.

Com o resultado deste domingo o São Paulo segue na zona de rebaixamento, com 12 pontos. Atualmente na 17ª colocação, o Tricolor pode descer uma posição caso o Avaí vença o Bahia, fora de casa. Para Dorival Jr, além de questões técnicas e táticas, a parte psicológica também tem um grande peso no momento delicado da equipe.

“Tem que abrir o olho [para o rebaixamento]. Estamos preocupados e bastante. Mesmo quando fizemos os gols contra o Atlético-GO também houve um desarranjo. Vamos ter que trabalhar muito nesse sentido. Hoje, quando tomamos o gol, houve novamente um descontrole desnecessário por aquilo que a equipe vinha mostrando. Era questão de tempo para encaixarmos uma jogada, conseguir uma tabela, uma triangulação que nos colocasse em condição de uma definição”, comentou Dorival Jr após o jogo.

Dorival Jr espera que com o trabalho realizado durante a semana possa reverter o atual momento do São Paulo no Campeonato Brasileiro (Foto: Rubens Chiri/www.saopaulofc.net)

O treinador tricolor também alertou para um fator comum em equipes que acabam sendo rebaixadas no Brasileirão: a falta de sorte. Segundo ele, o São Paulo acaba sofrendo gols justamente quando chega com perigo à meta do adversário ou acaba balançando as redes. Ciente da necessidade de uma organização defensiva maior, Dorival Jr espera que com os poucos dias o trabalho feito em meio à uma longa sequência no campeonato nacional possa surtir efeito.

“É natural que preocupa. Não estamos aceitando essa situação, porém, temos que ter o equilíbrio de procurarmos neutralizar aquilo que vem acontecendo. Toda situação criada parece que acaba dentro do nosso gol e temos que procurar, com os trabalhos possíveis, melhorar essa condição. A equipe mostrou uma evolução, mas na jogada final, na definição, acaba tendo algumas dificuldades”, concluiu o novo comandante do São Paulo.

O São Paulo volta a trabalhar já nesta segunda-feira, iniciando sua preparação para o confronto da próxima quarta, contra o Vasco da Gama, às 21h45 (de Brasília), no estádio do Morumbi.