Carol Portaluppi revela ter sido agredida por torcedores do Flamengo

São Paulo , SP
13/10/2019 16:00:29 — 13/10/2019 16:12:21

Em: Brasileiro Série A

O clima de rivalidade entre Grêmio e Flamengo na Copa Libertadores ganhou proporções lamentáveis. Carol Portaluppi, filha do técnico gremista Renato Gaúcho, comentou em suas redes sociais que sofreu uma agressão de flamenguistas.

O caso ocorreu em uma casa noturna no Rio de Janeiro, segundo a jovem.  “É muito triste. Muito triste mesmo. Hoje pela primeira vez em muito tempo saí com minhas amigas. Não vou generalizar, falar que fui agredida pela torcida do Flamengo, mas vou falar que fui agredida por torcedores do Flamengo”, disse.

Na confusão, Carol Portaluppi citou que foi vítima de empurrões, apertos no braço e palavras ofensivas. Durante o relato, ela chegou a chorar com as lembranças da agressão.

“Fico horrorizada com o que homens são capazes de fazer pelo esporte. É pra ser algo legal, do bem, para a gente passar de gerações para gerações. Não tenho palavras, não tenho como explicar o sentimento que fica dentro de mim nesse momento”, lamentou.

Grêmio e Flamengo jogaram no começo do mês o primeiro confronto das semifinais da Libertadores. A partida em Porto Alegre terminou 1 a 1. O confronto de volta está marcado para o dia 23 de outubro no Maracanã.