Brasileiro Série A

Nilton Santos | 9/10/2019 - 19:15

Futebol/Campeonato Brasileiro

Botafogo bate o Goiás e quebra jejum no Campeonato Brasileiro

Gazeta Press - Rio de Janeiro , RJ
09/10/2019 21:24:39 — 09/10/2019 21:27:06

Em: Botafogo, Brasileiro Série A, Futebol, Goiás, Notícias

Depois de cinco partidas, o Botafogo voltou a vencer no Campeonato Brasileiro. Em jogo disputado na noite desta quarta-feira, no estádio Nilton Santos, o Alvinegro do General Severiano derrotou o Goiás por 3 a 1.

O resultado fez o Botafogo chegar aos 30 pontos ganhos e ocupar a 12ª colocação. O Goiás, que teve a sequência vitoriosa interrompida, é o décimo colocado com 33 pontos ganhos. Os gols foram marcados por Gabriel, João Paulo e Leo Valencia para o Botafogo, enquanto Marcelo Benevenuto,contra, anotou o gol da equipe visitante. O VAR foi acionado uma vez e anulou um gol marcado pelo Goiás.

(Foto: Divulgação/Botafogo)

Dirigido pelo interino Bruno Lazaroni que substituiu o demitido Eduardo Barroca, o Botafogo mostrou uma equipe mais determinada e mais objetiva, e mereceu amplamente o resultado. O Goiás começou melhor, mas acabou superado pela boa atuação do time alvinegro que não deixou espaços para o bom toque de bola da equipe comandada por Ney Franco.

Na próxima rodada, o Botafogo vai ao Pacaembu enfrentar o Palmeiras, enquanto o Goiás vai receber o CSA no Serra Dourada.

1º tempo
Diante de um público muito pequeno, o jogo começou em ritmo lento, com as duas equipes trocando muitos passes laterais. A primeira  investida perigosa foi do Goiás, logo aos três minutos. Michael arriscou da entrada da área, a bola bateu em Marcelo Benevenuto e quase enganou Diego Cavalieri que viu com alívio a bola sair para escanteio.

A torcida alvinegra mostrava impaciência pela lentidão mostrada pela equipe que só chegou ao gol do Goiás aos sete minutos em chute fraco de João Paulo. Só aos 16 minutos é que a torcida se animou depois que Luiz Fernando recebeu na entrada da área, se livrou da marcação e chutou forte.

A bola passou perto da trave direita defendida por Tadeu. Um minuto depois, Diego Cavalieri agarrou a bola recuada por Marcelo Benevenuto e o árbittro marcou dois toques, dentro da área, a favor do Goiás, mas o chute de Rafael Moura bateu na barreira.

O time visitante ficava mais tempo com a bola, mas não conseguia penetrar na defesa do Botafogo e acabava finalizando sem ameaçar o gol defendido por Cavalieri. Já o Botafogo quase não conseguia chegar na área do adversário, irritando a torcida que vaiava as tentativas frustradas.

Aos 30 minutos, Gustavo Bochecha recebeu de Diego Souza e soltou a bomba, obrigando Tadeu a se esticar para desviar para escanteio. Na cobrança, João Paulo levantou na cabeça de Marcelo Benevenuto que escorou para a entrada de Gabriel que tocou de pé direito, sem chances para o goleiro da equipe goiana. Foi o primeiro gol marcado por Gabriel com a camisa alvinegra.

Depois de sofrer o gol, o Goiás tentou partir para buscar o empate, mas encontrava dificuldades para concluir as jogadas, apesar da maior posse de bola. Aos 30 minutos, o Botafogo quase chegou ao segundo gol quando Fernando acertou a trave, depois de receber cruzamento de João Paulo. Aos 41 minutos, Cícero colocou a bola nas redes e o assistente marcou impedimento. O VAR foi acionado e confirmou a marcação.

2º tempo
Para tornar sua equipe mais ofensiva, o técnico Ney Franco colocou o meia Marlone no lugar do lateral-direito Yago Rocha. O volante Yago Felipe passou a ocupar a  posição defensiva. Aos três minutos, após levantamento na área, Diego Souza cabeceou e Tadeu fez outra grande defesa, evitando o segundo gol.

O Botafogo mostrava agressividade e voltou a criar problemas para a defesa goiana aos cinco minutos, mas Gilberto conseguiu bloquear um cruzamento perigoso de Pimpão. Aos 11 minutos, mesmo sem jogar bem, o Goiás marcou com Michael, mas o gol foi anulado após consulta ao VAR que durou seis minutos. Foi assinalado toque de Marlone no início da jogada.

O Botafogo ampliou a vantagem aos 19 minutos. O Goiás errou na saída de bola e Diego Souza tocou para Bochecha que chutou forte. O goleiro Tadeu deu rebote e João Paulo cabeceou para as redes.
Aos 23, o time dirigido por Bruno Lazaroni quase chegou ao terceiro gol em chute forte de Luiz Fernando que tirou tinta da trave.

Depois de sofrer o segundo gol, o Goiás demorou a se acertar na partida. Só aos 30 minutos é que o Verdão de Goiânia mostrou o ar da sua graça com um belo chute de Michael que passou muito perto da trave alvinegra. Um minuto depois, o Goiás marcou o primeiro gol. Apos jogada confusa na área, a bola bateu em Marcelo Benevenuto e ganhou o fundo das redes. Foi o segundo gol contra marcado pelo zagueiro no Campeonato Brasileiro.

A alegria do time visitante durou pouco. Aos 35 minutos, dois minutos depois de ter entrado em campo, o meia chileno Leo Valencia marcou o terceiro gol depois de receber ótimo passe de Rodrigo Pimpão.

O Goiás perdeu o entusiasmo depois de sofrer o terceiro gol e só voltou a ameaçar o gol alvinegro aos 49 minutos em chute fraco de Michael que quase surpreendeu Diego Cavalieri, desatento na jogada.

FICHA TÉCNICA
BOTAFOGO-RJ 3 X 1 GOIÁS-GO

Local: Estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 9 de outubro de 2019 (Quarta-feira)
Horário: 19h15(de Brasília)
Público: 5.574 presentes
Árbitro: Rodrigo D’alonso Ferreira (SC)
Assistentes: Helton Nunes (SC) e Éder Alexandre (SC)
VAR: Caio Max Augusto Vieira(RN)
Cartão Amarelo: Cícero, Rodrigo Pimpão, Marcelo Benevenuto, Diego Souza(Bota);  Michael, Léo Sena, Rafael Moura(GO)
Gols:
BOTAFOGO: Gabriel, aos 31 minutos do primeiro tempo; João Paulo, aos 19 minutos e Leo Valencia aos 35 minutos do segundo tempo
GOIÁS: Marcelo Benevenuto, contra, aos 31 minutos.

BOTAFOGO: Diego Cavalieri, Fernando, Marcelo Benevenuto, Gabriel e Yuri (Lucas Barros); Gustavo Bochecha, Cícero (Alan Santos) e João Paulo; Luiz Fernando (Leo Valencia), Diego Souza e Rodrigo Pimpão
Técnico: Bruno Lazaroni

GOIÁS: Tadeu, Yago Rocha (Marlone), Fábio Sanches, Rafael Vaz e Jefferson; Gilberto (Rafinha), Yago Felipe e Léo Sena; Leandro Barcia (Kaio), Rafael Moura e Michael
Técnico: Ney Franco

Além dos 90 minutos




Escalação
Botafogo

Diego Cavalieri


Diego Souza


Cícero


Rodrigo Pimpão


João Paulo


Gabriel


Luiz Fernando


Marcelo Benevenuto


Gustavo


Yuri Antônio


Fernando Constanza


Tec - Bruno Lazaroni
Goiás

Rafael Moura


Gilberto Júnior


Fábio Sanches


Rafael Vaz


Tadeu


Yago Felipe


Leandro Barcia


Yago Rocha


Léo Sena


Jefferson Junio


Michael


Ney Franco - Tec

Posse de bola

68%
32%
Corinthians
Santos
999
Corinthians

Passe

999
Santos
999
Corinthians

Finalização

999
Santos
999
Corinthians

Cruzamento

999
Santos
999
Corinthians

Desarme

999
Santos

Faltas

24
COR
×
15
SAN

Impedimentos

24
COR
×
15
SAN

Cartões amarelos

24
COR
×
15
SAN

Cartões vermelhos

24
COR
×
15
SAN

Estatísticas de jogadores

Corinthians

LAD
Fagner
LAD
Fagner
LAD
Fagner
LAD
Fagner
LAD
Fagner
LAD
Fagner

Santos

LAD
Fagner
LAD
Fagner
LAD
Fagner
LAD
Fagner
LAD
Fagner
LAD
Fagner
Estatísticas de jogadores