Gazeta Esportiva

Após lances polêmicos, Guerrero critica arbitragem e pede providências

São Paulo, SP

16/08/15 | 14:35 - 16/08/15 | 16:42

Paolo Guerrero não marcou e o Flamengo não venceu. No entanto, não foi por isso que o atacante peruano saiu descontente do Allianz Parque neste domingo. Protagonista de um lance polêmico com Fernando Prass no primeiro tempo, o camisa 9 Rubro-Negro reclamou da não marcação do pênalti e, sentindo que o time foi prejudicado, pediu à diretoria para tomar providências.

O lance de Guerrero, aos 18 minutos da etapa inicial, não foi o único a sugerir um possível pênalti. Ainda no início do jogo, aos 3 minutos, Pará tentou passar por Andrei Girotto perto da linha de fundo e foi derrubado, mas Igor Junio Benevenutto não viu irregularidade. Na jogada entre o atacante e o goleiro palmeirense, em que Guerrero aproveitou vacilo da zaga e driblou Prass antes de cair, o árbitro também mandou o jogo seguir.

“Acho que só da para ver o jogo, nós mandamos no campo. Se eu me joguei antes, porque ele não me deu cartão? Corri atrás da bola e ia chutar, mas o Prass se jogou no chão e o carrinho me pegou. Então claramente foi pênalti”, comentou. “Eu espero que o Flamengo faça alguma coisa contra a CBF, contra a comissão de arbitragem, não sei. Mas tem que fazer alguma coisa, é uma situação que não pode acontecer. O juiz falou para mim que não achou pênalti”, protestou em sequência.

Guerrero (D) reclamou da postura da arbitragem e se disse 'perseguido' (Foto: Fernando Dantas/Gazeta Press)
Guerrero (D) reclamou da postura da arbitragem e se disse 'perseguido' (Foto: Fernando Dantas/Gazeta Press)

Além de criticar especificamente a arbitragem de Benevenutto, Guerrero admitiu uma espécie de ‘perseguição’ da arbitragem para com ele. “Está complicado, estou cansado disso. Contra a Ponte Preta tomei muita pancada. Espero que façam alguma coisa, pois não está legal. Não marcam nada quando é comigo. Nenhum árbitro marca nada para mim, assim é difícil jogar”, desabafou ainda na zona mista do estádio.

Sem poder contar com o volante Jonas e o lateral Jorge para o duelo contra o São Paulo, no Maracanã, no próximo domingo, já que os dois receberam o terceiro amarelo diante do Palmeiras, o Flamengo agora pensa na Copa do Brasil. Na quarta-feira, os comandados de Cristóvão Borges encararam o Vasco pelas oitavas de final do torneio.

Deixe seu comentário