Grupo Atletas pelo Brasil se reúne para definir ações no esporte

*Leonardo Moric - São Paulo,SP

27/09/16 | 00:02

Atletas pelo Brasil discutiu novas diretrizes para atuação na melhoria do esporte no Brasil (Foto: Sergio Barzaghi/Gazeta Press)
Atletas pelo Brasil discutiu novas diretrizes para atuação na melhoria do esporte no Brasil (Foto: Sergio Barzaghi/Gazeta Press)

O movimento Atletas pelo Brasil realizou uma reunião nesta segunda-feira, no Audi Lounge, na região dos Jardins, bairro nobre da cidade de São Paulo, que reuniu diversos atletas e ex-atletas de renome do cenário brasileiro. O encontro serviu para que alguns dos principais expoentes do esporte nacional pudessem discutir novas medidas para atuação na política esportiva, principalmente em um período de encerramento de diversos eventos esportivos de grande porte no país.

Entre os integrantes do movimento Atletas pelo Brasil estavam presentes grandes nomes do esporte nacional como Raí, ex-jogador de futebol, Ana Moser, ex-atleta do vôlei e presidente da organização, Clodoaldo Silva, um dos principais nomes da natação paralímpica, entre outros atletas que fizeram história representando o país.

Há cerca de quatro anos no Atletas pelo Brasil, o jogador de futebol Paulo André, conhecido por seu grande engajamento em movimentos de atletas, comentou alguns dos assuntos discutidos na reunião realizada durante a tarde e o início da noite de segunda-feira. Segundo o atleta, o principal objetivo do movimento atualmente é discutir sobre o Sistema Nacional do Esporte, medida do Governo que visa uma maior organização de políticas esportivas e do sistema de financiamento para a prática de esportes no Brasil, seja em entidades públicas ou privadas.

Paulo André falou da importância de se discutir o Sistema Nacional do Esporte (Foto: Sergio Barzaghi/Gazeta Press)
Paulo André falou da importância de se discutir o Sistema Nacional do Esporte (Foto: Sergio Barzaghi/Gazeta Press)

"O Sistema Nacional do Esporte sem dúvida é o nosso Norte. Ou seja, orientar como fazer isso de forma a participar desta discussão. (Discutimos) outros pontos específicos também que ainda serão computados pela diretoria e depois melhor escrito e melhor passado para nós para que possamos criar uma coalizão e defende-los futuramente", afirmou Paulo André.

Presidente da organização Atletas pelo Brasil, a ex-ponteira da seleção brasileira de vôlei Ana Moser reitera a necessidade do engajamento de atletas na participação de decisões relativas ao esporte nas entidades públicas.

"A classe de atletas vem falando muito sobre um engajamento político maior, um posicionamento e uma participação no dia a da política do esporte, ir para além de dentro da quadra. Isto é muito importante. Então este movimento foi para ampliar o engajamento de atletas envolvidas na conversa, formar uma coalização pelo esporte e fazer avançar esta pauta. Este foi um dos objetivos do encontro e foi mais um movimento importante que estamos querendo fazer crescer entre os atletas", declarou Ana Moser, falando também sobre algumas propostas do Atletas pelo Brasil.

"A importância da participação da comunidade de atletas é fundamental para manter o funcionamento do esporte no país e a gente continuar avançando em questões do esporte que estão em falta há muitos anos. (Temos que discutir) o legado dos Jogos Olímpicos, qual o impacto do aumento de práticas de esportes pela população, qual ampliação que se tem no esporte nas escolas, qual ampliação que se tem no esporte amador e no esporte competitivo. Questões que vem se falando muito do legado das Olimpíadas, mas avançaram somente até certo ponto", afirmou.

Presidente da Atletas pelo Brasil, Ana Moser ressaltou importância do engajamento de atletas (Foto: Sergio Barzaghi/Gazeta Press)
Presidente da Atletas pelo Brasil, Ana Moser ressaltou importância do engajamento de atletas (Foto: Sergio Barzaghi/Gazeta Press)

Criado em junho de 2006, o movimento Atletas pelo Brasil visa um maior engajamento de atletas e ex-atletas de alto rendimento do país no acompanhamento de políticas em relação ao esporte. Um dos grandes feitos da organização foi a participação na medida que resultou na alteração do artigo 18-A da Lei Pelé. Por meio da MP 620, o Atletas pelo Brasil conseguiu mudanças na lei que acabaram por garantir uma maior transparência das federações na gestão esportiva no Brasil.

Contando com dezenas de atletas de renome de diversas modalidades diferentes, o Atletas pelo Brasil busca engajar cada vez mais participantes ao movimento. Um dos ex-atletas que teve sua primeira participação na reunião desta segunda-feira foi Emanuel Rego, ex-jogador de vôlei de praia. O medalhista de ouro nas Olimpíadas de Atenas afirmou ter gostado da iniciativa e elogiou o Pacto pelo Esporte, acordo feito entre o Atletas pelo Brasil e empresas patrocinadoras do esporte brasileiro para uma melhor gestão esportiva no país.

"Esta foi minha primeira reunião com a Atletas Pelo Brasil. Fiquei muito contente pelo que tem sido feito nos últimos dez anos, principalmente as duas missões maiores que eu vi aqui hoje. Primeiramente foi a participação dos atletas na Lei 18-A, que foi fundamental para mudanças até na minha confederação e também o Pacto pelo Esporte, que é uma ideia da Atletas pelo Brasil da união com os principais patrocinadores dos esportes em geral para melhorar a gestão esportiva dentro das confederações e entidades esportivas. Isto para mim foi fundamental", declarou Emanuel.

Emanuel Rego teve sua primeira reunião com o Atletas pelo Brasil nesta segunda (Foto: Sergio Barzaghi/Gazeta Press)
Emanuel Rego teve sua primeira reunião com o Atletas pelo Brasil nesta segunda (Foto: Sergio Barzaghi/Gazeta Press)

O objetivo do movimento, no entanto, não é somente o esporte de alto rendimento. A busca dos ex-atletas é para uma maior visibilidade do esporte entre as crianças e os adolescentes. "A gente sonha com 100% dos alunos com atividades físicas dentro das escolas dentro das orientações da Organização Mundial da Saúde, de cinco horas de atividades físicas por semana. A gente quer no mínimo aumentar sensivelmente o número de pessoas praticantes de esportes no Brasil e construir um sistema nacional de esporte. Este sistema vem até antes das duas metas que vem abaixo, de organização. Este é o ideal, o caminho e espaços que a gente vê para consolidar", afirmou Ana Moser.

Paulo André aproveitou para reiterar a missão do Atletas pelo Brasil e salientou para os ensinamentos que o esporte proporciona. "Cenário ideal é que a gente consiga massificar a prática esportiva, formando mais pessoas saudáveis, utilizando todas as ferramentas inerentes à prática esportiva, como educação, sociabilidade, respeito, lidar com altos e baixos, derrota e vitória, superação. Nós somos formados em esporte e apaixonados por ele. O esporte nos deu tudo e nós só queremos retribuir entendendo o poder de transformação que esta máquina possui. Então, quanto mais o Estado utilizar o esporte de uma maneira correta, não só premiando e pagando o alto rendimento, mas também fornecendo ferramentas para que, em sua base, ele possa ser praticado por todos os atletas", completou.

Especial para a Gazeta Esportiva*

Deixe seu comentário