Bom Senso pressiona FPF contra censura aos protestos de torcedores

São Paulo, SP

17-02-2016 20:13:30

O movimento Bom Senso FC lançou uma campanha nesta quarta-feira contra “a censura aos torcedores impedidos de se manifestar livre e pacificamente com faixas que faziam críticas à Federações Paulista de Futebol (FPF), à Rede Globo, ao preço dos ingressos e à corrupção na política”.

A campanha “#LiberaFaixa: por um futebol sem censura”, do Bom Senso, promove o envio de e-mails ao Coronel Marinho, diretor de Prevenção e Segurança da FPF, para o presidente da federação Reinaldo Carneiro Bastos e para a ouvidoria e assessoria de imprensa da entidade. O corpo da mensagem enviada pede “medidas concretas que garantam o direito de protestar”.

Na partida Corinthians e Capivariano, na última quinta-feira (11), a Gaviões da Fiel abriu três faixas de protesto: uma contra a Rede Globo, outra reclamando do horário das 22h das partidas e a última questionando as contas da Arena Corinthians. A Polícia Militar retirou as faixas no intervalo, o que gerou uma confusão com os torcedores.

No último domingo, no clássico contra o São Paulo, a torcida organizada voltou a exibir faixas de protesto, desta vez criticando o preço dos ingressos, a Rede Globo, a CBF e a FPF e o deputado Fernando Capez (PSDB) – envolvido no escândalo de corrupção das merendas escolares. O árbitro Luiz Flávio de Oliveira parou a partida e orientou o zagueiro alvinegro Felipe a pedir a retirada do material.

A PM alegou que havia mensagens ofensivas no protesto, justificando a retirada. O artigo 13 do Estatuto do Torcedor afirma que é proibido “portar ou ostentar cartazes, bandeiras, símbolos ou outros sinais com mensagens ofensivas, inclusive de caráter racista ou xenófobo”. Já o artigo 5º da Constituição afirma que “é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independentemente de censura ou licença”.

Confira, na íntegra, a mensagem no corpo do e-mail enviado à FPF:

“Ao Presidente da Federação Paulista de Futebol, Reinaldo Carneiro Bastos, e ao Coronel Marinho, Diretor do Departamento de Segurança e Prevenção de Violência da FPF

Garantam nosso direito de protestar nos estádios! Os episódios recentes de censura à livre manifestação de torcedores dentro dos estádios de forma pacífica mostram que esse direito não tem sido respeitado. Pelo contrário, faixas de protesto são retiradas e a censura é praticada pela PM, sob a orientação da FPF.

Precisamos mais do que simples declarações dizendo que não impedirão a livre manifestação dos torcedores nos estádios de futebol.  Queremos medidas concretas que garantam o direito de protestar desse domingo em diante. ”

Deixe seu comentário