Conteúdo promovido por oddsscanner

cruz

Janela de transferências fechada: quais as promessas para o futebol brasileiro?

A primeira janela de transferências nacionais na história do futebol brasileiro terminou no dia 12 de abril. A CBF, responsável pela organização dos torneios de futebol no país, teve que adotar as novas regras impostas pela FIFA – órgão máximo do esporte – e os clubes tiveram menos tempo para adquirir e registrar novos jogadores para o início do Brasileirão, por exemplo, se formos comparar com os anos anteriores.

Mas, será que o fato de os clubes terem menos tempo para buscarem novos jogadores nesse período do ano irá afetar muito o cenário atual do futebol brasileiro? Os principais clubes do país no momento (Galo, Fla e Palmeiras), e apontados como favoritos nas competições, não se preocuparam muito com o fim da janela e não anunciaram novos jogadores perto da data limite.

O Palmeiras chegou até a tentar a contratação do centroavante Carlos Vinícius, do PSV Eindhoven, da Holanda, mas decidiu que irá jogar o fim do primeiro semestre com o elenco vencedor que vem brilhando nas mãos do técnico português Abel Ferreira nas últimas temporadas – foi bicampeão da Libertadores entre 2020 e 2021.

Já outros clubes que buscam e precisam rechear mais seus elencos tiveram que aproveitar até o último minuto para contratarem novos atletas e tentarem ter um bom início de Brasileirão. Um desses clubes, por exemplo, é o Botafogo, que está “turbinado” financeiramente após ter vendido a sua SAF ao bilionário norte-americano John Textor.

O cenário para o restante do futebol brasileiro parece ter ficado o mesmo. Os clubes que tem os melhores elencos do país decidiram apostar em seus elencos vencedores na reta final da janela e aqueles que tentam buscar o seu espaço entre os mais poderosos e/ou temem um futuro ruim, como a luta contra o rebaixamento, buscaram se reforçar.

A janela atual ficou aberta entre 19 de janeiro e 12 de abril. Já a próxima, e última da temporada 2022, ficará disponível para os clubes registrarem novos jogadores entre 18 de julho e 15 de agosto.

Contratações no último dia de janela

Confira algumas das contratações anunciadas por clubes da primeira divisão do Campeonato Brasileiro no dia 12 de abril – o último dia da nova janela de transferências do país.

América-MG

O América-MG fez boa campanha no Brasileirão 2021, quando se classificou para a Libertadores, e tenta repetir o sucesso nesse ano. Para isso uma de suas apostas no último dia da primeira janela do ano foi contratar o defensor Danilo Avelar, que já chegou a ser titular do Corinthians nos últimos anos, mas busca redenção na carreira.

Athletico-PR

O clube paranaense fez uma boa temporada em 2021, quando foi campeão da Copa Sul-Americana e vice-campeão da Copa do Brasil. Nesse ano, porém, o início foi desanimador, repleto de maus resultados. O técnico Alberto Valentim, inclusive, já foi até demitido.

Para tentar mudar esse cenário, o Athletico-PR contratou, então, o atacante Vitor Roque, do Cruzeiro. O jovem atleta, de apenas 17 anos, era tratado como uma das maiores promessas da base da Raposa e chega em Curitiba gerando alta expectativa na torcida.

Botafogo

O clube carioca acertou com o volante Tchê Tchê, que estava no Atlético-MG, mas pertencia ao São Paulo. O jogador se destacou para o futebol brasileiro quando foi campeão brasileiro com o Palmeiras em 2016.

Internacional

O clube gaúcho acertou a contratação do meia-atacante Pedro Henrique, que estava no Sivasspor, da Turquia para o restante da temporada. Pedro se destacou no futebol turco e já esteve na mira do Inter na temporada passada.

Juventude

O clube de Caxias do Sul conseguiu, no ano passado, alcançar o principal objetivo da temporada: permanecer na primeira divisão do Campeonato Brasileiro. Esse ano, a meta continua sendo a mesma e, para cumpri-la, uma das saídas e repatriar um jogador que foi titular na edição anterior do Brasileirão. Foi isso que a diretoria do Juventude pensou ao trazer de volta o zagueiro Vítor Mendes, do Atlético-MG.

Sobre as janelas de transferências

A janela de transferências no futebol é o período do ano em que os clubes podem transferir jogadores para suas equipes. O termo “janela” é o termo utilizado pela mídia para destacar o momento da temporada em que a FIFA e as outras federações nacionais, como a CBF, permitem os clubes a inscreverem novos atletas em suas equipes para disputarem de maneira regular as partidas oficiais da temporada.

No Brasil havia apenas as janelas de transferências para contratações internacionais, ou seja, para jogadores que vinham do exterior. As janelas eram “abertas” entre 1 de janeiro e 16 de abril e outra entre 22 de junho e 21 de julho. Isso quer dizer que fora desses períodos não era possível que um clube brasileiro registrasse um jogador que estava jogando em outro país. Junto ao período de contratações estrangeiras, teremos outra mudança para 2022, quando será criada a janela de transferências nacionais.

No início do mês de dezembro a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) enviou um ofício aos clubes e federações para informar a criação de uma janela nacional de transferências a partir de 2022. A medida foi feita para atender uma exigência da FIFA, que visa uma regularização maior das competições nacionais e irá obrigar os clubes a fazerem um planejamento melhor.

As janelas, então, irão ser conjuntas às internacionais, para os clubes que disputam as Séries A e B do Brasileirão. Isso quer dizer que, somente nos períodos específicos os clubes poderão fazer qualquer tipo de registro de novos jogadores em suas equipes, independentemente de o jogador contratado atuar no Brasil ou no exterior. É importante citar que antes dessa regra as contratações domésticas no país eram liberadas por quase toda a temporada: de 1 de janeiro até 24 de setembro.

Em 2022, as janelas para qualquer tipo de transferências serão as seguintes:

  • Primeiro semestre: de 19 de janeiro as 12 de abril;
  • Segundo semestre: de 18 de julho a 15 de agosto.

A regra se aplica não só para a chegada, mas também para a saída de jogadores. A previsão é que para 2023 a regra seja estendida para as Séries C e D do Campeonato Brasileiro.

O planejamento era para a regra ser criada há dois anos, mas a aplicação acabou sendo adiada devido à pandemia de Covid-19. Até o fim desse ano a CBF pretende oficializar todas essas mudanças no Regulamento Nacional de Registro e Transferências da entidade.

Planejamento agora será essencial

Vários clubes costumam deixar para contratar os jogadores quando certo torneio está para começar ou quando alguma lesão mais séria acontece no elenco. Isso, porém, terá que mudar a partir do próximo ano com as novas regras. Sem um bom planejamento, a impossibilidade de contratar jogadores por praticamente toda a temporada poderá ser fatal para um clube que não soube montar um bom elenco com antecedência.

“A manutenção de poucas janelas com prazo relativamente curto obriga os clubes a se organizarem, a pensarem a formação dos elencos de forma mais cuidadosa, e retira dos dirigentes uma estratégia que serve apenas para abafar crises, que é a de contratar a qualquer momento para dizer que está pensando na equipe, mas geralmente serve apenas para atender demandas da torcida e da imprensa. Vai ajudar também no controle financeiro, pois o clube deixa de gastar de informa quase que ilimitada”, avalia Cesar Grafietti, economista e consultor do Itaú BBA, em entrevista para o blog Lei em Campo.

O Brasileirão nas casas de apostas

Será que as movimentações perto da data de limite das novas janelas de transferências do futebol brasileiro modificaram as odds, nas principais casas de apostas, que visam apontar os favoritos ao título do Brasileirão?

Para saber essa resposta vamos te mostrar como a Betsson, uma das principais bookmakers do mundo, está posicionando os vinte clubes da Série A do Campeonato Brasileiro na corrida pelo título mais valioso do nosso futebol.

Posição Clube Odd
1 Atlético-MG 2.75
2 Flamengo 2.75
3 Palmeiras 6.00
4 Corinthians 11.00
5 Fluminense 26.00
6 São Paulo 27.00
7 Red Bull Bragantino 34.00
8 Internacional 41.00
9 Athletico-PR 50.00
10 Fortaleza 50.00
11 Santos 50.00
12 Botafogo 70.00
13 Ceará 81.00
14 América-MG 100.00
15 Coritiba 151.00
16 Atlético-GO 200.00
17 Cuiabá 351.00
18 Juventude 351.00
19 Avaí 751.00
20 Goiás 751.00

E a Série B?

A nova janela de transferências também afeta a segunda divisão do país. Então confira, também, como estão as odds para saber quem será o grande campeão da Série B, agora na casa de apostas bet365.

Posição Clube Odd
1 Grêmio 3.00
2 Cruzeiro 4.50
3 Bahia 7.00
4 Vasco 7.00
5 Sport 11.00
6 CSA 26.00
7 CRB 29.00
8 Brusque 34.00
9 Guarani 34.00
10 Náutico 34.00
11 Chapecoense 41.00
12 Ituano 51.00
13 Ponte Preta 51.00
14 Vila Nova-GO 51.00
15 Operário 67.00
16 Criciúma 81.00
17 Londrina 81.00
18 Sampaio Corrêa 81.00
19 Grêmio Novorizontino 101.00
20 Tombense 101.00

 

rafael dornas
Rafael Dornas
Jornalista esportivo com muita experiência em futebol nacional e internacional, conhece como poucos o mundo das apostas esportivas e busca sempre informações exclusivas para os leitores.