Futebol/Brasileiro Série B

Bahia vence Goiás, afunda adversário, e volta ao G4

São Paulo, SP
07/06/2016 23:21:24 — 07/06/2016 23:23:34

Em: Bahia, Brasileiro Série B, Futebol, Goiás
Time do técnico Doriva voltou a terceira colocação no Brasileiro (Foto: Divulgação/Bahia oficial)
O time do técnico Doriva voltou a terceira colocação no Brasileiro (Foto: Divulgação/Bahia oficial)

O Bahia foi até a casa do Goiás, o Serra Dourada, e não deu chances ao anfitrião. Após marcar no início de partida, o Tricolor conseguiu segurar o resultado e garantir a vitória por 2 a 0.

O Goiás começou a partida apoiado pela sua torcida, que voltou a comparecer ao Serra Dourada, que estava interditado pelo STJD. Mesmo com os torcedores apoiando o Alviverde, foi o Bahia quem abriu o placar. O meia Renato Cajá anotou uma verdadeira pintura – e seu primeiro gol com a camisa do time baiano. Já no final da partida, Thiago Ribeiro cobrou pênalti e sacramentou a vitória.

Com a vitória, o Bahia chegou a 14 pontos e se manteve na terceira colocação. Na próxima rodada, o Tricolor recebe o CRB, em Pituaçu. Já o Goiás manteve os cinco pontos e voltou à zona de rebaixamento, amargando a 17ª colocação. O próximo duelo do Alviverde é contra o Oeste, novamente em casa – o time já não vence há seis jogos.

O jogo – A partida começou sem muitas emoções, com as duas equipes se estudando. A primeira chance ofensiva foi do time da casa. Aos seis minutos, Thalles fez boa jogada e arriscou de fora da área, mas viu a bola ganhar força e velocidade, e sair pela linha de fundo.

Após o susto sofrido o Bahia passou a se soltar em campo. Aos 19 minutos, um lance de infelicidade do goleiro Renan, e de muita felicidade de Renato Cajá. O arqueiro saiu jogando mal e jogou a bola no peito do meio-campista, que estufou a bola e, sem deixar cair, acertou um chutaço de fora da área, no canto esquerdo de Renan, sem chances para o goleiro. Um golaço do camisa 10 Tricolor.

Com o revés sofrido, o Goiás tentava equilibrar a partida, mas esbarrava na boa marcação postada pelo Bahia. Antes do final do primeiro tempo, porém, o Esmeraldino quase igualou o marcador. Anderson Salles cobrou falta venenosa, que explodiu no travessão e assustou o goleiro Marcelo Lomba.

Na volta do intervalo, a partida caiu muito de qualidade. O Tricolor até começou dando indícios de que iria ampliar o placar. Cajá deu belo passe entre as pernas do marcador e Danilo Pires, livre de marcação, finalizou de chapa, mas mandou para fora.

Contudo, as duas equipes diminuíram o ritmo do primeiro tempo, e poucos lances de perigo se desenharam na segunda etapa.

A grande chance do Alviverde na segunda etapa saiu aos 31 minutos. John Cley fez boa jogada pela lateral direita e cruzou rasteiro. O goleiro Marcelo Lomba espalmou e, no rebote, Wendel chutou firme, mas em cima do zagueiro Tinga, que salvou a pele do Bahia.

A pressão dos seis jogos sem vitória parecia estar atrapalhando o Goiás, que não conseguia finalizar com perfeição ao gol, nas raras chances criadas – com o técnico Enderson Moreira na corda bamba. Em um contra-ataque mortal, o Tricolor definiu o resultado. Thiago Ribeiro deslocou grande lançamento para Régis, que caiu na área e o juiz marcou pênalti. Na cobrança, o atante ex-Santos deslocou o goleiro e garantiu a vitória: 2 a 0.

FICHA TÉCNICA

GOIÁS 0 X 2 BAHIA

Local: Estádio Serra Dourada, em Goiás
Data: 07 de junho de 2016, terça-feira
Horário: 21h30 (Brasília)
Árbitro: Celio Amorim (SC)
Assistentes: Neuza Ines Back (SC) e Rosnei Hoffmann Scherer (SC)
Cartões amarelos: Ramires e Wesley Matos (Goiás); Renato Cajá e Jackson (Bahia)
Cartões vermelhos: 
GOLS: Renato Cajá aos 19 do primeiro tempo; Thiago Ribeiro aos 42 minutos do segundo tempo (Bahia);

GOIÁS: Renan; Higor Leite (Sueliton), Wesley Matos, Anderson Salles e Jefferson; Ramires, Wendel, Léo Sena (Cassiano) e Thalles (John Cley); Rossi e Rafhael Lucas
Técnico: Enderson Moreira

BAHIA: Marcelo Lomba; Tinga, Jackson, Lucas Fonseca e Moisés; Feijão, Juninho, Danilo Pires e Renato Cajá (Régis); Luisinho (Thiago Ribeiro) e Hernane (João Paulo)
Técnico: Doriva