FLU

BOT

Futebol/ Campeonato Carioca

Botafogo bate Fluminense e vai à decisão do Campeonato Carioca

Gazeta Press - Rio de Janeiro, RJ
24/04/2016 21:11:30 — 24/04/2016 21:20:50

Em: Botafogo, Campeonato Carioca, Fluminense, Futebol
(Foto: Mailson Santana/ Fluminense)
O Alvinegro conseguiu segurar a contagem minima frente o Tricolor e está na final do Estadual (Foto: Mailson Santana/ Fluminense)

O Botafogo é finalista do Campeonato Carioca. O Alvinegro do General Severiano derrotou o Fluminense por 1 a 0 na noite deste domingo, com gol de Ribamar, no estádio Raulino de Oliveira, e garantiu sua presença na decisão, diante do Vasco. O clube das Laranjeiras jogava pelo empate para ficar com a vaga, mas esbarrou em uma equipe determinada e bem organizada  e não conseguiu o resultado que lhe interessava.

Diante de um público muito pequeno, o Glorioso foi bem melhor no primeiro tempo, quando criou muitas chances para marcar, mas só acabou conseguindo o gol na segunda etapa. O time dirigido por Ricardo Gomes ainda perdeu o zagueiro Joel Carli, expulso no fim do duelo, mas soube resistir às investidas do adversário para garantir a vaga.

O jogo –  O Botafogo começou a partida no ataque e, logo aos quatro minutos, Salgueiro foi lançado, driblou o zagueiro Henrique e mandou a bomba, mas Diego Cavalieri desviou. O Fluminense se surpreendeu com o início do adversário e quase não conseguia organizar jogadas de ataque. Aos nove minutos, foi a vez de Ribamar invadir a área e chutar para outra grande defesa de Cavalieri. Um minuto depois, Luis Ricardo investiu sem marcação e rolou para Gegê chutar colocado e acertar a trave direita de Diego Cavalieri, que já estava batido.

O time dirigido por Ricardo Gomes controlava a partida diante de um adversário que cometia muitos erros. Os jogadores tricolores chegaram a discutir de forma áspera depois de mais uma chance criada pela equipe alvinegra.

O goleiro Jefferson só foi tocar na bola aos 15 minutos, defendendo um cruzamento despretensioso de Osvaldo.

Aos 20 minutos, Ribamar foi lançado na corrida e acabou obstruído pelo zagueiro Gum. Na cobrança de Emerson, a bola bateu na barreira e a defesa tricolor aliviou o perigo.

Logo depois, o zagueiro Emerson voltou a sentir a lesão na coxa esquerda e precisou ser substituído. Renan Fonseca entrou para recompor a defesa.

O Fluminense criou a primeira jogada de perigo aos 27 minutos. Após boa troca de passes, Gerson recebeu na entrada da área e bateu sem direção, desperdiçando uma boa oportunidade.

A resposta do Botafogo foi imediata. Após cobrança de escanteio, a bola ficou com Renan Fonseca, livre na área, mas o zagueiro conseguiu mandar para fora, desperdiçando mais uma grande oportunidade.

Aos 32 minutos, Salgueiro investiu pelo meio, se livrou de Henrique e bateu forte, mas a bola encobriu a meta adversária.

O Fluminense chegou na área alvinegra com perigo aos 36 minutos e Fred reclamou de um empurrão de Bruno Silva na área, mas a arbitragem nada viu de irregular no lance.

No último momento de emoção da etapa inicial, Joel Carli cabeceou por cima, após cobrança de escanteio.

Segundo tempo – O Fluminense voltou modificado e um pouco mais organizado no início do segundo tempo. Aos oito minutos, Fred conseguiu chutar pela primeira vez ao gol, mas a bola saiu. Necessitando da vitória para alcançar a classificação, a equipe dirigida por Ricardo Gomes voltou a aumentar a pressão sobre o adversário. Aos dez minutos, Salgueiro arrancou pelo meio e Gum colocou a mão na bola. Os jogadores alvinegros exigiram a expulsão do zagueiro tricolor, mas o árbitro só advertiu o tricolor com o cartão amarelo.

A partida caiu de ritmo no segundo tempo. Muitas faltas e reclamações seguidas dos jogadores impediam o desenvolvimento normal da partida. Aos 17 minutos, Luis Ricardo bateu de fora da área e a bola desviou em Gum. Na cobrança de escanteio, Ribamar subiu mais do que a defesa tricolor e cabeceou para as redes, sem defesa para Diego Cavalieri.

Em desvantagem, o Fluminense tentou partir para buscar o empate. Na parada técnica, Levir Culpi conversou com os jogadores numa tentativa de acertar o posicionamento da equipe.

Aos 23 minutos, Gum derrubou Ribamar no lado direito da área. Gegê bateu direto e quase surpreendeu Diego Cavalieri. Levir Culpi trocou o volante Pierre pelo atacante Marcos Junior e o Fluminense criou uma boa chance com Osvaldo, que arrancou pela esquerda e tocou para o camisa 9 na pequena área, mas Jefferson bloqueou a conclusão do artilheiro.

Aos 28 minutos, o Botafogo teve a chance de chance de liquidar a partida, Leandrinho arrancou pelo meio e tocou para Salgueiro que entrou livre e tocou para o gol, mas Diego Cavalieri salvou, desviando para escanteio.

O Fluminense ficou mais agressivo, enquanto o Botafogo recuou para segurar o resultado. Aos 35 minutos, em uma série de cruzamentos sucessivos à área alvinegra, o Tricolor esteve bem perto de conseguir o gol do empate, mas a zaga do Botafogo conseguiu afastar. Logo depois, o zagueiro Joel Carli recebeu o segundo cartão amarelo por derrubar Marcos Junior e foi expulso de campo.

O Fluminense partiu para a pressão total, enquanto o Botafogo passou a jogar dentro da sua área. Nos acréscimos, o Botafogo começou a prender a bola perto das laterais do campo, nas imediações da área tricolor, para garantir a importante vitória e a classificação. Desta forma, foi o Alvinegro de General Severiano quem saiu vitorioso por 1 a 0 e garantiu vaga na decisão do Campeonato Carioca

FICHA TÉCNICA:
FLUMINENSE 0 X 1 BOTAFOGO

Local: Estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda (RJ)
Data: 24 de abril de 2016, domingo
Hora: 19h (de Brasília)
Público: 3.562 pagantes
Árbitro: Rodrigo Carvalhaes de Miranda
Assistentes: Michael Correia e Diogo Carvalho Silva
Cartão Amarelo: Jonathan, Gum, Pierre, Marcos Junior(Flu);  Salgueiro, Carli, Gegê, Bruno Silva(Bota)
Cartão Vermelho: Joel Carli (Bota)

Gols: BOTAFOGO: Ribamar, aos 17 minutos do segundo tempo

FLUMINENSE: Diego Cavalieri, Wellington Silva, Gum, Henrique e Giovanni; Pierre(Marcos Junior), Cícero, Gerson(Douglas) e Gustavo Scarpa; Osvaldo(Magno Alves) e Fred
Técnico: Levir Culpi

BOTAFOGO: Jefferson, Luis Ricardo, Joel Carli, Emerson(Renan Fonseca) e Diogo Barbosa; Rodrigo Lindoso, Bruno Silva, Leandrinho(Fernandes) e Gegê; Salgueiro e Ribamar(Diego)
Técnico: Ricardo Gomes