Futebol/Brasileiro Série B

Náutico supera Avaí com facilidade e encerra jejum de vitórias na Série B

São Paulo, SP
22/07/2016 23:24:49

Em: Avaí, Campeonato Brasileiro Série B, Futebol, Náutico
Náutico não teve dificuldades para vencer o Avaí (Foto: Aldo Carneiro/Gazeta Press)
Náutico não teve dificuldades para vencer o Avaí (Foto: Aldo Carneiro/Gazeta Press)

O Náutico finalmente conseguiu espantar a má fase na Série B do Campeonato Brasileiro. Nesta sexta-feira, o Timbu recebeu o Avaí, na Arena Pernambuco, pela 17ª rodada do torneio, e não deu chances para os catarinenses, conseguindo uma vitória tranquila pelo placar de 3 a 1.

Com o triunfo, o Náutico conseguiu espantar a sequência de três derrotas consecutivas na Série B e subiu provisoriamente para a sétima posição da Série B, com 24 pontos. Já o Avaí, que não perdia há seis jogos, acabou caindo para a 14ª colocação, com 20.

A vitória tranquila do Timbu teve início logo aos 41 segundos de jogo, já que Roni apareceu na área para fazer um gol relâmpago para os donos da casa. Quando a partida era morna, o Avaí acabou ficando com um a menos com a expulsão de Renato Silveira e praticamente viu suas chances irem embora. Com isso, o Náutico conseguiu marcar mais uma vez antes do intervalo, com Eduardo, e fez o terceiro gol no segundo tempo, com Jefferson Nem. Ainda deu tempo de Lucas Coelho balançar as redes no minutos finais e fazer o gol de honra dos catarinenses.

Na próxima rodada, o Avaí volta em campo na terça-feira, recebendo o Londrina, na Ressacada, às 21h30 (de Brasília). Já o Náutico irá atuar na sexta-feira, também às 21h30 (de Brasília), novamente na Arena Pernambuco, desta vez encarando o Tupi-MG.

O jogo – O Náutico começou a partida com tudo e nem deu tempo para o Avaí tentar se organizar dentro de campo. Logo aos 41 segundos de jogo, o atacante Roni aproveitou cruzamento rasteiro de Jefferson Nem e, com o gol livre, só empurrou para as redes para abrir o placar.

Após o gol relâmpago, o Avaí não conseguia pressionar em busca do empate. Com isso, o jogo perdeu em chances de gol criadas e cresceu em número de faltas. Em uma destas infrações, a equipe catarinense acabou ficando com um a menos. Aos 29 minutos, o zagueiro Renato Silveira parou contra-ataque perigoso de Roni e, como já tinha cartão amarelo, acabou expulso de campo.

Com a vantagem numérica, o Timbu cresceu na partida. Aos 44 minutos, Renan Oliveira mandou uma bomba de fora da área e obrigou o goleiro Renan a se esticar para mandar para escanteio e evitar o gol.

Na sequência, no entanto, o goleiro do Avaí não pôde fazer nada. Aos 45, Hugo cobrou escanteio para a área e Eduardo se antecipou no primeiro pau para cabecear livre de marcação e fazer o segundo gol do Náutico, levando uma boa vantagem para o intervalo.

Com um a mais em campo e 2 a 0 no placar, o Náutico voltou para o segundo tempo mais relaxado. Com isso, o Timbu criava poucas chances de perigo, mas conseguia garantir a segurança defensiva para evitar a criação de jogadas por parte do Avaí.

Com o controle da partida, o Timbu não demorou muito para ampliar o placar. Aos 18 minutos, Joazi cruzou da direita, Fábio Sanches efetuou um leve desvio, que acabou tirando o goleiro Renan da jogada, e Jefferson Nem apareceu livre no meio da área, tendo apenas o trabalho de completar para o gol para marcar.

O Avaí conseguiu chegar com perigo somente aos 25 minutos, porém, não balançou as redes por muito pouco. Romulo arriscou uma pancada de fora da área e carimbou o travessão defendido por Júlio César.

Nos minutos finais, foi o Náutico quem criou as principais chances de gol e chegou perto de marcar em duas belas finalizações de Maylson. Na primeira, de fora da área, o chute passou ao lado do gol. Já na segunda, em bicicleta, o goleiro Renan fez uma grande defesa.

Ainda deu tempo do Avaí diminuir o placar. Aos 42 minutos, Lucas Coelho aproveitou cobrança de escanteio da direita e subiu mais alto que a defesa para fazer o gol de honra dos catarinenses e dar números finais à partida.

FICHA TÉCNICA
NÁUTICO-PE 3X1 AVAÍ–SC

Local: Arena Pernambuco, em São Lourenço da Mata (PE)
Data: 22 de julho de 2016, sexta-feira
Horário: 21h30 (de Brasília)
Árbitro: Raphael Claus (SP)
Assistentes: Eduardo Gonçalves da Cruz (MS) e Leandro dos Santos Ruberdo (MS)
Público:  2.147 pagantes
Renda: R$ 28.010,00
Cartões Amarelos: Romulo e Renato Silveira (Avaí)
Cartões Vermelhos: Renato Silveira (Avaí)
Gols: NÁUTICO – Roni, aos 41 segundos, e Eduardo, aos 45 minutos do primeiro tempo; Jefferson Nem, aos 18 minutos da segunda etapa
AVAÍ – Lucas Coelho, aos 42 minutos do segundo tempo

NÁUTICO – Júlio César; Joazi (Walber), Rafael Pereira, Eduardo e Gastón Filgueira; João Ananias (Ygor), Maylson, Renan Oliveira e Hugo (Tiago Adan); Roni e Jefferson Nem
Técnico: Alexandre Gallo

AVAÍ – Renan; Renato, Fábio Sanches, Renato Silveira e Capa; Luan, Jajá (Toshi), João Felipe e Diego Jardel (Lucas Coelho); William (Romarinho) e Romulo
Técnico: Silas