Futebol/Brasileiro Série B

Goiás domina, vence Avaí e deixa a zona de rebaixamento

17/06/2016 23:35:06 — 17/06/2016 23:57:05

Em: Avaí, Campeonato Brasileiro Série B, Futebol, Goiás

 

O Goiás finalmente desencantou na Série B do Campeonato Brasileiro. Com uma boa atuação na noite desta sexta-feira, o Esmeraldino venceu o Avaí por 2 a 0 no Serra Dourada, deixou a zona de rebaixamento da competição e quebrou num jejum de oito jogos sem vencer na competição.

Superior em toda a partida, o Goiás marcou seus gols apenas na reta final: aos 34 minutos do segundo tempo, com Anderson Salles cobrando pênalti, e aos 41 com o atacante Cassiano. O resultado levou a equipe do Centro-Oeste aos nove pontos, na 16ª colocação. Já o Avaí amargou a quarta derrota consecutiva na Segundona e agora beira a zona da degola, em 15º, com 10 pontos.

O Goiás volta a campo na terça-feira, às 21h30, contra o Bragantino, em Bragança Paulista. No mesmo dia, às 19h15, o Avaí recebe o Atlético-GO na Ressacada.

O jogo – O Goiás impôs seu jogo desde o início e foi totalmente superior nos 45 minutos iniciais. A primeira finalização veio aos nova minutos, com um chute de Johnatan, de fora da área, que parou em defesa de Renan.

Aos 13, o Esmeraldino balançou as redes com Rossi, mas a arbitragem invalidou o gol, nascido de um rebote do goleiro, alegando impedimento do atacante. Três minutos depois, David cobrou escanteio, Rafhael Lucas cabeceou e Renan se esticou para salvar o Avaí.

Aos 24 minutos, o Goiás teve a oportunidade de ouro de abrir o placar após Wendel ser derrubado por Célio dentro da área. Na cobrança, porém, Rafhael Lucas escorregou e chutou muito mal, facilitando a vida do goleiro Renan, que fez a defesa.

A situação do Avaí era complicada. O time não conseguia criar jogadas, se via acuado e perdeu o atacante Romarinho, contundido, ainda no primeiro tempo. Em seu lugar, Tauã foi a campo.

Em uma das raras chegadas dos catarinenses ao ataque, aos 46 minutos, Tatá recebeu lançamento dentro da área, cortou e bateu para o gol. A jogada, no entanto, já estava paralisada por impedimento do atacante.

O segundo tempo mostrou um quadro diferente. Agora, as chances de gol eram raras também para o Goiás, e o jogo ficou monótono. Os técnicos mexeram em suas equipes em busca de mais mobilidade.

A primeira boa chance veio apenas aos 31 minutos e, como de praxe, para o Esmeraldino. Jhon Cley cruzou na medida para Rafhael Lucas subir e tocar de cabeça por cima da meta avaiana.

A insistência goiana deu resultado aos 33 minutos. Cassiano foi empurrado por Fábio Sanches dentro da área e a arbitragem marcou pênalti. Na cobrança, o zagueiro Anderson Salles foi bem e abriu o placar para os mandantes.

Aos 39, o Avaí perdeu o meia Luan, após sofrer o segundo cartão amarelo e ser expulso. Com um a menos, o time visitante ainda sofreu o golpe final. Aos 41 minutos, Cassiano recebeu belo passe de Wagner, driblou o goleiro Renan e fez 2 a 0, confirmando a vitória esmeraldina.

FICHA TÉCNICA
GOIÁS 2 X 0 AVAÍ

Local: Estádio Serra Dourada, em Goiânia (GO)
Data: 17 de junho de 2016, sexta-feira
Horário: 21h30 (de Brasília)
Árbitro: Vinicius Furlan (SP)
Assistentes: Lucas Costa Modesto (DF) e Lehi Sousa Silva (DF)
Público: 1.136 pagantes
Renda: R$ 10.720,00
Cartões Amarelos: David e Wagner (Goiás); Alemão, Luan e Célio Santos (Goiás)
Cartão vermelho: Luan (Avaí)

GOLS: Anderson Salles (pênalti), aos 34, e Cassiano, aos 41 minutos do segundo tempo

GOIÁS: Renan; Johnatan, Wesley Matos, Anderson Salles e Jefferson; Wendel (Jhon Cley), Willian, David e Léo Sena (Wagner); Rossi e Rafhael Lucas (Cassiano)
Técnico: Léo Condé

AVAÍ: Renan; Alemão, Fábio Sanches, Célio Santos e João Paulo; Luan, Braga e Lucas de Sá (Caio César); Romarinho (Tauã), William e Tatá (Lucas Coelho)
Técnico: Silas