Futebol/Brasileiro Série B

Em noite de golaço e pênaltis, Bahia vence o Paysandu na Fonte Nova

São Paulo, SP
03/06/2016 21:11:10 — 03/06/2016 21:13:21

Em: Bahia, Campeonato Brasileiro Série B, Futebol, Paysandu
Jogadores do Bahia comemoram gol sobre o Paysandu. Tricolor não vencia há duas partidas (Foto: Divulgação/Bahia)
Jogadores do Bahia comemoram gol sobre o Paysandu. Tricolor não vencia há duas partidas (Foto: Divulgação/Bahia)

O Bahia recebeu o Paysandu na Fonte Nova e, após ficar duas partidas sem vencer, voltou a somar três pontos na competição. Mesmo sem dominar a partida, o Tricolor aproveitou as oportunidades que teve e venceu por 3 a 0.

Quando já era vaiado por alguns torcedores, o Tricolor contou com a estrela do meia Danilo Pires, que finalizou de bicicleta para abrir o placar com um verdadeiro golaço. Já na segunda etapa, quando o Papão equilibrava o jogo, o goleiro Émerson cometeu pênalti em Régis, estreante do dia, e foi expulso. Na cobrança, o artilheiro Hernane “Brocador” anotou o segundo gol. Com a vantagem no placar, o Tricolor cresceu, e em mais uma cobrança de pênalti, Régis fechou a conta.

Com a vitória, o Bahia chegou a 11 pontos e subiu para a quarta colocação da Série B. Na próxima rodada, o Tricolor enfrenta o Goiás, fora de casa, time que briga para sair da parte de baixo da tabela. O Paysandu, no entanto, vive outra realidade. Sem somar pontos nesta sexta-feira, o Papão caiu para a 16ª colocação e, dependendo de uma combinação de resultados, pode chegar à zona de rebaixamento ainda neste final de semana. Na próxima terça-feira, o time recebe o Náutico, em Curuzu, para tentar a recuperação.

O jogo – O Bahia começou propondo o jogo, com toques tímidos no meio-campo. Porém, a primeira boa chance de gol foi do Paysandu. O atacante Alexandro aproveitou rebote do goleiro Marcelo Lomba e emendou um chute forte, mas acabou isolando a bola.

Repetindo o que vem acontecendo nos últimos jogos da equipe, o Bahia perdia muitos gols. Aos 24 minutos, após grande lançamento de Renato Cajá, o atacante Hernane cabeceou fraco para a fácil defesa de Émerson. O Papão respondeu na mesma moeda. Celsinho mandou para a área, o zagueiro Domingues deu um leve desvio e quase surpreendeu Lomba.

Em um momento que não estava tão bem na partida, o Tricolor contou com a categoria de seu camisa 7 para abrir o placar. Hayner levantou a bola na área e, após um desvio crucial, Danilo Pires emendou uma linda bicicleta, marcando um golaço na Fonte Nova e levando os torcedores do Bahia à loucura: 1 a 0.

Com o revés sofrido, o Paysandu passou a ficar mais com a bola, mas sofria em converter sua posse em chances criadas. Com um futebol burocrático, o Papão foi para o intervalo com a derrota no placar. Já na segunda etapa, o time bicolor cresceu no jogo.

Aos 13 minutos, o Paysandu perdeu a grande chance de igualar o marcador. O lateral direito Edson Ratinho cruzou na medida para Alexandro, que testou firme, mas a bola desviou no adversário. Na sequência, o goleiro Marcelo Lomba salvou o Tricolor depois de defender um chute cruzado, que desviu em Hernane.

Novamente quando estava em baixa na partida, o Bahia voltou a balançar as redes, dessa vez com a “ajuda” do goleiro Émerson. O arqueiro derrubou o ex-palmeirense Régis dentro da área, depois de lançamento de Renato Cajá. Como já possuía cartão amarelo, o goleiro recebeu o segundo, e por consequência, o cartão vermelho, e deixou o jogo mais cedo. O reserva Marcão entrou para tentar defender o pênalti, mas o artilheiro Hernane bateu com perfeição: 2 a 0.

Com um jogador a mais, e a boa vantagem no placar, o Tricolor passou a dominar o jogo, pela primeira vez. Em um contra-ataque mortal, o Bahia quase fez o terceiro gol, se não fosse o meia Régis, estreante do dia. Thiago Ribeiro fez boa jogada pelo lado esquerdo e cruzou rasteiro, o meia ex-Palmeiras saiu cara a cara com o goleiro e mandou a bola pra fora, em um lance que deixou os torcedores perplexos.

No lance seguinte, porém, o meia se redimiu. O goleiro Marcão cometeu pênalti após derrubar Luisinho dentro da área. Na cobrança, Régis mandou a bola no canto direito do goleiro e fechou o placar: 3 a 0.

FICHA TÉCNICA
BAHIA 3 x 0 PAYSANDU

Local: Arena Fonte Nova, em Salvador (BA)
Data: 3 de junho de 2016, sexta-feira
Horário: 19h15
Árbitro: Francisco de Paula dos Santos Silva Neto (RS)
Assistentes: Mauricio Coelho Silva Penna (RS) e Leirson Peng Martins (RS)
Cartões amarelos: Feijão (Bahia); Celsinho, Edson Ratinho e Émerson (Paysandu)
Cartões vermelhos: Émerson (Paysandu)
GOLS:
BAHIA: Danilo Pires aos 35 minutos do primeiro tempo; Hernane aos 22 minutos do segundo tempo; Régis aos 41 minutos do segundo tempo
PAYSANDU:

BAHIA: Marcelo Lomba; Hayner, Lucas Fonseca, Jackson e João Paulo; Feijão, Danilo Pires, Juninho e Renato Cajá (Régis); Edigar Junio (Luisinho) e Hernane (Thiago Ribeiro)
Técnico: Doriva

PAYSANDU: Émerson; Edson Ratinho, Pablo, Domingues e Lucas; Ricardo Capanema, Jhonnatan, Celsinho (Raphael Luz) e Rafael Costa (Marcão); Alexandro e Fabinho Alves (Wanderson)
Técnico: Dado Cavalcanti