Ceará derrota o Bahia, amplia série invicta e fica encostado nos líderes

São Paulo, SP
02/07/2016 21:23:48 — 02/07/2016 22:26:32

Em: Bahia, Campeonato Brasileiro Série B, Ceará, Futebol
Com a vitória, o Ceará ficou a apenas um ponto do líder Vasco (Foto: Christian Alekson/CearaSC.com)
Com a vitória, o Ceará ficou a apenas um ponto do líder Vasco (Foto: Christian Alekson/CearaSC.com)

O Ceará ampliou o seu bom momento na Série B do Campeonato Brasileiro. Na noite deste sábado, a equipe dirigida por Sérgio Soares alcançou o sexto jogo consecutivo de invencibilidade (antes, havia empatado com Bragantino e Joinville e derrotado Náutico, Oeste e Brasil de Pelotas) e somou a quinta vitória seguida no Castelão ao fazer 1 a 0 sobre o Bahia. O gol foi marcado por Rafael Costa, de cabeça, aos três minutos de partida.

O resultado deixou o Ceará com 27 pontos ganhos, na terceira colocação, colado nos líderes Vasco e Atlético-GO (somam 28 cada). Já o Bahia, que vinha de vitória em cima do Oeste, continuou com 20 e ficou mais distante da zona de classificação para a primeira divisão nacional.

O Ceará voltará a campo na sexta-feira, contra o lanterna Tupi, fora de casa. Já o Bahia terá pouco tempo para remoer o tropeço deste fim de semana. Enfrentará o Vila Nova, na Fonte Nova, já na terça-feira.

O jogo – Embora o Ceará tenha conseguido abrir o placar logo no princípio da partida, a primeira chance de gol foi do Bahia. Em sua primeira investida, o time visitante alçou a bola na área com Hayner, da direita, e Hernane desviou de cabeça. Éverson defendeu.

A resposta do Ceará foi imediata. Aos três minutos, Rafael Costa tirou proveito de uma falta cobrada da esquerda e subiu para escorar com a cabeça e vencer o goleiro Jean. O gol deixou a partida ainda mais acirrada em Fortaleza.

Em desvantagem, o Bahia não tinha timidez para atacar fora de casa, principalmente com Thiago Ribeiro. O Ceará também foi para cima – só não chegou ao segundo gol por causa de boas intervenções de Jean.

Desse modo, os dois times foram para os vestiários satisfeitos com o que criaram na etapa inicial. “Fizemos o gol e construímos oportunidades. Mas vamos ficar espertos”, disse Rafael Costa. “Estamos trabalhando bem a bola, finalizando”, contrapôs Hernane.

Para o segundo tempo, após uma confusão entre torcedores ser contida no Castelão, Ceará e Bahia retornaram ao gramado novamente aguerridos. Guto Ferreira, no entanto, queria mais da sua equipe e esperou menos de 20 minutos para trocar Renato Cajá por Luisinho.

No Ceará, a aposta de Sérgio Soares foi em Diego Felipe, substituto de Rafael Costa. Àquela altura, o jogo já não tinha a mesma movimentação, com jogadores dos dois times acusando cansaço.

Ainda assim, o Bahia colocou a bola na rede. E não valeu. Aos 26 minutos, Hernane completou um desvio de cabeça de Lucas Fonseca para dentro, após cobrança de falta, mas o trio de arbitragem viu impedimento no lance.

Os visitantes ainda insistiram nos minutos finais, já com Zé Roberto na vaga de Edigar Junio, mas se expuseram a contra-ataques perigosos do Ceará e não produziram o suficiente para frear a sequência de vitórias do adversário no Castelão.

FICHA TÉCNICA
CEARÁ 1 X 0 BAHIA

Local: Estádio Castelão, em Fortaleza (CE)
Data: 2 de julho de 2016, sábado
Horário: 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhães (RJ)
Assistentes: Wendel de Paiva Gouveia (RJ) e Michael Correia (RJ)
Público: 17.428 pagantes
Renda: R$ 247.033,00
Cartões amarelos: Valdo, Rafael Costa, Felipe e Charles (Ceará); Hayner e Gustavo Blanco (Bahia)
Gol: CEARÁ: Rafael Costa, aos 3 minutos do primeiro tempo

CEARÁ: Éverson; Eduardo, Valdo, Charles e Thalysson; João Marcos, Richardson, Felipe e Wescley (Serginho); Rafael Costa (Diego Felipe) e Bill (Ricardinho)
Técnico: Sérgio Soares

BAHIA: Jean; Hayner (Gustavo Blanco), Jackson, Lucas Fonseca e João Paulo; Paulo Roberto, Juninho e Renato Cajá (Luisinho); Thiago Ribeiro, Hernane e Edigar Junio (Zé Roberto)
Técnico: Guto Ferreira