Futebol/Campeonato Brasileiro Série B

Atlético-GO empata com Avaí e vê Vasco abrir quatro pontos na liderança

São Paulo, SP
21/06/2016 21:13:44 — 21/06/2016 21:29:25

Em: Atlético-GO, Avaí, Campeonato Brasileiro Série B, Futebol
Atlético-GO saiu na frente, mas perdeu muitas chances e levou empate na Ressacada (Foto: Divulgação/Atlético Goianiense)
Atlético-GO saiu na frente, mas perdeu muitas chances e levou empate na Ressacada (Foto: Divulgação/Atlético Goianiense)

Avaí e Atlético Goianiense empataram em 1 a 1, no estádio da Ressacada, em partida válida pela 11ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. Mesmo jogando fora de casa, o Dragão perdeu muitas oportunidades de matar a partida, sofreu o empate e vê o Vasco abrir distância na liderança.

O Atlético-GO abriu o placar aos 26 minutos do primeiro tempo. Enquanto o Avaí reclamava de um pênalti não marcado, Matheus Ribeiro fez boa jogada com Magno Cruz e concluiu para as redes do adversário.

Sem desistir o resultado, o Avaí buscou o empate aos 37 da segunda etapa. Diego Jardel cruzou para Romulo, que se antecipou à zaga e concluiu no ângulo do goleiro.

Com o empate, os goianos chegaram aos 21 pontos, na vice-liderança, quatro pontos atrás do Vasco – que venceu nesta terça-feira. O Avaí, por sua vez, está na outra ponta da tabela. Somando apenas um ponto em casa, o Leão está com onze pontos, apenas dois à frente do Goiás e do Bragantino, os dois primeiros na zona de rebaixamento, que se enfrentam ainda nesta rodada.

O Atlético-GO volta a entrar em campo na próxima sexta-feira para jogar contra o Paysandu, no estádio da Curuzú. No dia seguinte, o Avaí visitará o Tupi, no estádio Municipal Juiz de Fora.

O jogo – Apesar de jogar fora de casa, o Atlético Goianiense começou com mais volume de jogo. Logo aos 3 minutos, Romário partiu pela esquerda e chutou forte, a bola desviou na zaga e obrigou Renan a fazer boa defesa afastando para escanteio.

Aos poucos, o Avaí começou a entrar na partida. Aos 13, Tauã cobrou falta na área, William cabeceou para trás, Célio Santos matou no peito e finalizou por cima do gol. Em seguida, aos 19, William pegou uma sobra de bola e bateu em cima do zagueiro Lino. O atacante viu a bola bater no braço do defensor e ficou pedindo pênalti, mas o árbitro mandou seguir o jogo.

Aos 26, outra polêmica. Tauã colocou a bola na área, William chegou dividindo com o goleiro Marcos e caiu. Mais uma vez, o Leão reclamou de penalidade máxima. O árbitro acompanhou de perto a jogada e assinalou apenas tiro de meta.

A torcida catarinense ainda chiava com a arbitragem, quando, aos 27, o Atlético-GO abriu o placar. Matheus Ribeiro enfiou a bola na linha de fundo para Magno Cruz, que devolveu para Ribeiro dentro da área chegar batendo para o fundo das redes.

Logo na volta para a segunda etapa, aconteceu uma situação inusitada. O juiz Rodrigo Guarizo Ferreira sentiu uma lesão muscular e o quarto árbitro, Eduardo Cordeiro (SC), teve de assumir o comando da partida.

Atrás no placar, os donos da casa voltaram querendo buscar o empate. Aos 14, Caio César tabelou na entrada da área, invadiu a área e bateu rente à trave esquerda de Marcos. No lance seguinte, Romulo fez boa jogada, tocou para Diego Jardel livre na altura da marca do pênalti, mas o meia chutou por cima da meta.

Aos 17 minutos, o Dragão respondeu com Júnior Viçosa, que perdeu ótima chance ao cabecear para fora o cruzamento de Matheus Ribeiro. Aos 26, outra oportunidade perdida com Viçosa. Magno Cruz achou o atacante livre dentro da área, que chutou de esquerda em cima do goleiro.

O Avaí não desistiu da partida e achou o empate aos 37 minutos. Diego Jardel deu bom cruzamento para Romulo, que se antecipou à zaga e concluiu no ângulo do goleiro Marcos. Empolgado, o Leão seguiu pressionando até o final do jogo, mas não conseguiu a virada.

FICHA TÉCNICA
AVAÍ 1 X 1 ATLÉTICO-GO

Local: Estádio da Ressacada, em Florianópolis (SC)
Data: 21 de junho de 2016, terça-feira
Horário: 19h15 (de Brasília)
Árbitro: Rodrigo Guarizo Ferreira (SP)
Assistentes: Jorge Eduardo Bernardi (RS) e Leirson Peng Martins (SP)
Cartões Amarelos:
Jorginho e Magno (Atlético-GO)
Gols:
ATLÉTICO-GO: Matheus Ribeiro aos 27 minutos do primeiro tempo. AVAÍ: Romulo aos 37 minutos do segundo tempo.

AVAÍ: Renan; Alemão, Fábio Sanches, Gabriel e Célio Santos (Diego Jardel); Braga, Caio César (Menezes) e João Paulo; Tauã (Lucas Fernandes), William e Romulo
Técnico: Silas

ATLÉTICO-GO:  Marcos; Matheus Ribeiro, Marllon, Lino e Romário (Bruno Barra); Michel, Pedro Bambu, Magno Cruz (Luís Soares) e Jorginho (William Schuster); Gilsinho e Júnior Viçosa
Técnico: Marcelo Cabo