Futebol/Campeonato Brasileiro

Figueira e Chape empatam no clássico e seguem jejum no Brasileirão

São Paulo, SP
17/07/2016 17:53:27 — 17/07/2016 18:52:29

Em: Campeonato Brasileiro Série A, Chapecoense, Figueirense, Futebol
Duelo no Orlando Scarpelli contou com muita disputa e erros de passe (Foto: Luiz Henrique/Figueirense)
Duelo no Orlando Scarpelli contou com muita disputa e erros de passe (Foto: Luiz Henrique/Figueirense)

O Figueirense recebeu a Chapecoense, neste domingo, no Orlando Scarpelli, fazendo o clássico catarinense da 15ª rodada do Campeonato Brasileiro. Em jogo equilibrado, as equipes lutaram pelo gol até os minutos finais, mas ficaram somente no empate em 1 a 1.

A partida teve um nível técnico muito baixo na primeira etapa. No entanto, após bola na mão de Filipe Machado dentro da área, o Figueira conseguiu ir em vantagem para o intervalo, em gol de pênalti de Rafael Moura, aos 45 minutos. No segundo tempo, a Chape conseguiu melhorar e, em um breve momento de pressão, empatou com Dener, aos 25. No final do duelo, ambas as equipes criaram chances em busca da vitória, mas não conseguiram ser efetivas.

O resultado não foi bom para nenhum dos dois times. O Figueirense chega ao sexto jogo sem vitória e está na 16ª posição, com 16 pontos, e ainda pode terminar a rodada na zona de rebaixamento, já que o Coritiba ainda enfrenta o Atlético-MG. Já a Chape chegou à terceira partida sem um triunfo e é a 13ª colocada, com 19 pontos.

Na próxima rodada, o Figueirense vai à Arena de Itaquera visitar o Corinthians, às 16h (de Brasília) do próximo sábado. No mesmo horário, porém no domingo, a Chapecoense recebe o Botafogo, na Arena Condá.

O jogo – O clássico catarinense começou com muito equilíbrio e as duas criando muito pouco. A primeira boa chance foi o Figueirense. Aos oito minutos, Rafael Silva carregou a bola no meio-campo e chutou de fora da área. A finalização, porém, foi muito longe do gol.

Aos poucos, a Chapecoense começou a ditar o ritmo de jogo e chegou com perigo. Aos 16 minutos, Cleber Santana arriscou chute na grande área e obrigou Thiago Rodrigues a cair para defender.

A melhor chance do jogo, no entanto, veio na sequência, e foi do Figueira. Aos 21, após falta cobrada para a área, Marcelo Boeck saiu mal do gol e viu Rafael Moura chegar primeiro para completar de cabeça. A bola passou com muito perigo, mas saiu por cima.

Na parte final, o jogo apresentava muitos erros de passe das duas equipes e se encaminhava para um 0 a 0. No entanto, o Figueirense conseguiu sair em vantagem na primeira etapa em uma penalidade. Aos 44, Filipe Machado colocou a mão da bola dentro da área e o árbitro marcou pênalti. Rafael Moura foi para a cobrança e bateu firme para abrir o placar para o Alvinegro antes do intervalo.

O duelo voltou para o segundo tempo e as duas equipes seguiram abusando dos erros de passe. Com isso, o início da etapa final foi de poucas chances perigosas de gol.

A primeira oportunidade de gol acontece aos 16 minutos. Sérgio Manoel cruzou para a área e Kempes, que estava sozinho, acabou perdendo o tempo de bola e não conseguiu finalizar.

Na sequência, aos 18, foi a vez de Ananias finalizar forte e assustar o gol defendido por Thiago Rodrigues.

Melhor no jogo, a Chape não demorou para chegar ao empate. Aos 25 minutos, Lucas Gomes fez uma ótima jogada pela esquerda, passou pela marcação de Marquinhos Pedroso e cruzou para trás. Dener chegou batendo de perna direita e deixou tudo igual no Orlando Scarpelli.

Após sofrer o empate, o Figueira se lançou ao ataque em busca do gol da vitória, e chegou próximo de alcançá-lo, aos 29 minutos. Rafael Moura recebeu a bola dentro da área, bateu de perna esquerda e obrigou o goleiro Marcelo Boeck a fazer grande defesa.

Logo na sequência, aos 31, foi a vez de Rafael Silva conseguir girar dentro da área e chutar forte para balançar o travessão e quase conseguir o segundo gol do Figueira.

Aos 34, foi a vez da Chapecoense assustar por duas vezes com Lucas Gomes. Porém, o atacante não conseguiu receber em condições de finalizar a gol.

A Chape ainda teve uma última chance com Kempes, aos 43 minutos da segunda etapa, mas o atacante cabeceou para fora e decretou o empate no clássico.

FICHA TÉCNICA
FIGUEIRENSE 1X1 CHAPECOENSE

Local: Estádio Orlando Scarpelli, em Florianopolis (SC)
Data: 17 de julho de 2016, domingo
Horário: 16h (horário de Brasília)
Árbitro: Sandro Meira Ricci (SC)
Assistentes: Emerson Augusto de Carvalho e Marcelo Van Gasse (Ambos de SP)
Público: 6.017 pagantes
Renda: R$ 73.955,00
Cartões Amarelos: Marquinhos Pedroso (Figueirense); Gil, Filipe Machado, Kempes e Ananias (Chapecoense)
Gols: FIGUEIRENSE – Rafael Moura, aos 45 minutos do primeiro tempo
CHAPECOENSE – Dener, aos 25 minutos do segundo tempo

FIGUEIRENSE – Thiago Rodrigues; Ayrton (Jefferson), Bruno Alves, Werley e Marquinhos Pedroso; Elicarlos, Jocinei (Ermel), Bady (Dodô) e Yago; Rafael Moura e Rafael Silva
Técnico: Argel Fucks

CHAPECOENSE – Marcelo Boeck; Gil (Martinuccio), Demerson, Filipe Machado e Dener; Sérgio Manoel, Josimar e Cleber Santana (Gimenez), Arthur Maia (Lucas Gomes);  Ananias e Kempes
Técnico: Caio Jr.