Futebol/Campeonato Brasileiro

Em dois minutos, Chape vira sobre o Coelho e vence a primeira no Brasileirão

Do correspondente Gustavo Aleixo - Belo Horizonte, MG
22/05/2016 17:56:14 — 22/05/2016 17:57:43

Em: América-MG, Brasileirão, Campeonato Brasileiro Série A, Chapecoense, Futebol

A Chapecoense mostrou, neste domingo, que, assim como no ano passado, segue forte na Arena Condá. Em sua primeira partida em casa pelo Brasileirão deste ano, o time catarinense saiu perdendo para o América-MG, porém reagiu no segundo tempo, ao conseguir o empate no começo da etapa final e chegar a virada em apenas dois minutos, alcançando uma justa vitória por 3 a 1.

Após conquistar sua primeira vitória no Brasileirão, a Chapecoense, com quatro pontos somados, volta a entrar em campo na próxima quarta-feira, contra o Flamengo, às 21h (de Brasília), no estádio Raulino de Oliveira. No mesmo dia e horário, o América-MG, ainda sem vencer e zerado na competição, busca desencantar diante do Vitória, no Independência.

O Jogo – Bastante truncada e debaixo de chuva, a partida pecou em termos técnicos nos minutos iniciais, de forma que, até a primeira metade do primeiro tempo, poucas chances de gol foram criadas pelas equipes.

Mais eficiente que seu adversário, o América-MG abriu o placar aos 19 minutos. Em pênalti sofrido por Rafael Bastos, o próprio meia foi bem na batida, colocando o Coelho em vantagem. Após o gol, o time mineiro seguiu em cima e quase marcou o segundo em cabeçada de Tiago Luís. A Chape, por sua vez, seguia inofensiva, abusando dos arremates de longa distância.

Apenas ao final do primeiro tempo, a Chapecoense fez o goleiro João Ricardo trabalhar em cabeçada de Josimar, que, pouco depois, perderia outra chance em outro lance de bola parada, o que manteve a desvantagem catarinense no placar.

Logo no começo do segundo tempo, a Chapecoense empatou. E também de pênalti. Após Sueliton derrubar Marcelo na área, Bruno Rangel mostrou tranquilidade para bater bem a penalidade, igualando o marcador. Mais confiante na partida, o time catarinense quase virou em chute de Cleber Santana, em jogada ensaiada, que João Ricardo fez bela defesa.

Após a leve pressão da Chape, o jogo caiu de ritmo e demorou a voltar a ter outro lance de perigo. O aspecto moroso da partida só veio a ser mudado quando o América-MG se lançou ao ataque, criando boas chances com o zagueiro Artur e com o meia Rafael Bastos.

Apesar do crescimento do América-MG, quem marcou foi a Chapecoense. Usando a estratégia de contra-ataques do time adversário, a equipe catarinense puxou jogada rápida com Bruno Rangel, que finalizou em cima do goleiro, porém Silvinho, no rebote, mandou a bola para as redes aos 31 minutos. No minuto, seguinte, Rangel, em boa trama com Cleber Santana, aproveitou o apagão do Coelho e marcou o terceiro.

No restante da partida, o América-MG aumentou a sua capacidade ofensiva, com mais jogadores de ataque no campo, porém a Chape, tranquila na partida, soube anular qualquer tipo de investida do clube mineiro, mantendo o 3 a 1 no placar.

FICHA TÉCNICA

CHAPECOENSE-SC 3 X 1 AMÉRICA-MG

Local: Arena Condá, em Chapecó (SC)
Data: 22 de maio de 2016 (domingo)
Horário: 16h (de Brasília)
Árbitro: Eduardo Tomaz de Aquino Valadão (asp.FIFA-GO)
Assistentes: Bruno Raphael Pires (FIFA-GO) e  Rafael Trombeta (asp.FIFA-PR)
Cartões amarelos: Sueliton, Danilo, Artur e Alison (América-MG)

GOLS
CHAPECOENSE:
Bruno Rangel, de pênalti, aos 2 minutos, Silvinho aos 31 minutos e Bruno Rangel aos 32 minutos do segundo tempo
AMÉRICA-MG: Rafael Bastos, de pênalti, aos 19 minutos do primeiro tempo

Chapecoense: Danilo; Gimenez, Marcelo, Rafael Lima e Dener; Gil, Josimar, Cleber Santana e Ananias (Silvinho); Lucas Gomes (Hyoran) e Bruno Rangel (Kempes)
Técnico: Guto Ferreira

América-MG: João Ricardo; Artur (Bruno Sávio), Alison e Sueliton; Helder, Leandro Guerreiro, Claudinei, Rafael Bastos e Danilo; Tiago Luís e William Barbio (Vitinho)
Técnico: Givanildo Oliveira