Mais Esportes/Tênis

Ivanovic anuncia aposentadoria do tênis após adiar volta às quadras

São Paulo, SP
28/12/2016 16:36:24 — 11/01/2017 14:07:39

Em: Bastidores, Mais Esportes, Notícias, Tênis
(FILES) This file photo taken on May 28, 2016 shows Serbia's Ana Ivanovic waves as she leaves the court after her women's third round match against Ukraine's Elina Svitolina at the Roland Garros 2016 French Tennis Open in Paris. Former world No 1 Ana Ivanovic on December 28, 2016 announced her retirement from tennis. The 29-year-old Serbian held the top spot for 12 weeks in 2008, the season when she claimed her sole Grand Slam success by winning the French Open. / AFP PHOTO / MARTIN BUREAU
Ivanovic vinha sofrendo com diversas lesões (Foto: Martin Bureau/AFP)

Após chegar ao topo do ranking feminino do tênis em 2008, a sérvia Ana Ivanovic anunciou nesta quarta-feira sua aposentadoria das quadras. Com apenas 29 anos, a tenista revelou não conseguir mais atuar em sua melhor forma física depois de conviver com diversas lesões e que, por isso, prefere não jogar mais.

Depois de adiar sua volta às quadras, que aconteceria no WTA de Auckland, em janeiro de 2017, nesta terça, Ivanovic agora ficará definitivamente longe dos torneios. Sem nunca ter ficado fora de um Major durante sua carreira, a sérvia tem três finais de Grand Slams – duas em Roland Garros (2007 e 2008), tendo vencido em 2008, e uma do Aberto da Austrália (2008).

Embaixadora da Unicef desde 2007, Ivanovic anunciou que agora fora das quadras se tornará também embaixadora do esporte e da vida saudável, além de se aventurar na carreira de negócios na beleza e na moda. Em junho de 2016, a tenista casou-se com o jogador alemão Bastian Schweinsteiger, do Manchester United.

Confira o depoimento de Ivanovic na íntegra:

“Eu tenho uma grande notícia para compartilhar com vocês. Ainda não falei com ninguém, porque achei que vocês mereciam saber antes. Não tem outra maneira para dizer: decidi me aposentar do tênis profissional. Foi uma decisão difícil porque tenho muito para celebrar. Comecei a jogar com 5 anos. Meus pais me apoiaram sempre e no momento que virei número um do mundo conquistei coisas que nunca sonhei. Ganhei 15 WTA Tours, joguei três finais de Grand Slams e uma final da Fed Cup. E joguei tantas partidas memoráveis. Eu diria que foi bastante coisa para uma garota da sérvia. Mas chegar a esse nível requer para qualquer atleta um preparo físico de ponta e é conhecido que vim sofrendo lesões. Então para mim, para os fãs e para os jovens que podem olhar para mim, só posso jogar se eu puder alcançar o topo dos meus padrões. E não posso mais fazer isso, então é hora de seguir em frente. Tênis sempre foi meu amor, é claro. Mas estou muito animada para o que vem agora. Virarei embaixadora do esporte e da vida saudável e também explorarei oportunidades nos negócios e na moda. Também terei mais tempo para meu trabalho filantrópico. Além disso, quem sabe. O que posso falar é que vivi meus sonhos e espero ajudar os outros a viverem os deles. Não fiquem tristes, fiquem otimistas ao meu lado. Obrigado a todos por estarem ao meu lado na minha vida até agora”