Régis garante que Bahia entra para brigar por todos os títulos

São Paulo, SP
02/02/2017 19:03:44

Em: Bahia, Futebol
Por causa do rodízio promovido por Guto Ferreira, Régis não jogará contra o Moto Club (Foto: Felipe Oliveira/EC Bahia)
Por causa do rodízio promovido por Guto Ferreira, Régis não jogará contra o Moto Club (Foto: Felipe Oliveira/EC Bahia)

Um dia após o Bahia empatar sem gols com o Jacuipense, o meio-campista Régis afirmou que sua meta é conquistar títulos e disse que não foi possível fazer uma avaliação do terceiro jogo oficial do Esquadrão de Aço no ano por causa das condições do gramado do estádio Valfredão, em Riacho do Jacuípe.

“Todo o campeonato que o Bahia entra, entra para vencer. Sem dúvidas a gente vai em busca do triunfo a todo instante, até porque a minha meta nesse ano é conquistar títulos pelo Bahia e tenho certeza que a gente vai conseguir. Por causa da nossa torcida e toda a estrutura que a gente tem, todo o ano o Bahia tem que estar disputando títulos”, afirmou o jogador de 24 anos.

“Não tivemos condições de fazermos a avaliação que a gente tinha que fazer. A gente tem que enaltecer que todos aqueles que estiveram dentro de campo, procuraram lutar e brigar por cada bola, porque as condições do gramado não estavam nos ajudando. Nosso time é uma equipe técnica, que joga com a bola no chão, e, por conta das circunstâncias, a gente não conseguiu propor o nosso estilo de jogo”.

Guto Ferreira também falou que as condições do gramado não eram as melhores. “Nós treinamos um futebol e o futebol apresentado neste gramado é completamente diferente. Não vou denegrir a imagem da cidade, do clube, mas quem esteve aqui viu tudo de perto. Não foi possível realizar um futebol sério, de qualidade, e até os jogadores falaram isso”, disse o treinador. “Não foi possível fazer uma avaliação técnica. Mas, no aspecto emocional, de personalidade e enfrentamento, vamos conseguir tirar coisas e analisar como cada um se comportou”.

Além disso, o ex-jogador do Palmeiras comentou o próximo jogo contra o Moto Club, válido pela Copa do Nordeste, e falou do rodízio de jogadores que o técnico Guto Ferreira vem implementando na equipe baiana. “É um jogo difícil contra o Moto Club e tenho certeza que a gente vai estar bem preparado para buscar uma grande vitória”, disse Régis, que já sabe que não atuará no próximo final de semana. “Estou muito bem, graças a Deus. Por mim eu jogava todos os jogos, mas quem manda é o professor. Ele sabe o que é melhor para a gente, o que é melhor para o Bahia, então a gente tem que estar preparado para quando ele for nos utilizar”.